Estratégia

O que é a Estratégia do Oceano Azul e como ela pode te ajudar a se destacar no mercado

By 22 de outubro de 2019 No Comments
O que é a Estratégia do Oceano Azul

Compartilhe isso!

Você já ouviu falar ou sabe o que é a Estratégia do Oceano Azul?

Com o mundo dos negócios cada vez mais globalizado e marcado pela alta competitividade, conseguir se destacar entre a concorrência nunca foi tão difícil como hoje em dia.

Aumentar a participação no mercado de atuação é um dos maiores desafios enfrentados atualmente por empresas em todo o mundo, principalmente quando o produto ou serviço oferecido encontra-se sob pressão de preços.

Nesse sentido, muitos empreendedores têm buscado desenvolver soluções para mercados ainda pouco explorados, com concorrência mínima ou nula. E é aí que surge a Estratégia do Oceano Azul.

Na intenção de encontrar águas claras, menos turbulentas e com maior potencial de lucros, as empresas desenvolvem uma proposta de valor inovadora para um público que ainda não teve suas necessidades atendidas.

Mas, afinal, o que é a Estratégia do Oceano Azul? Quando ela foi criada? Por que ela é importante? Como é possível implementá-la?

Continue a leitura e encontre as respostas para essas e outras perguntas.

Leia também: 4 exemplos de estratégias de crescimento empresarial

O que é a Estratégia do Oceano Azul?

A Estratégia do Oceano Azul (EOA) foi desenvolvida pelos W. Chan Kim e Renée Mauborgne e publicada em 2005 no livro “A Estratégia do Oceano Azul”. A obra é resultado de um estudo de 150 ações estratégicas de 30 indústrias diferentes em um período de 100 anos.

O que é a Estratégia do Oceano Azul

No livro, os autores definem o que é a Estratégia do Oceano Azul como a busca por um mercado em que há pouquíssima ou nenhuma concorrência.

A intenção da EOA é explorar esses mercados menos competitivos e obter resultados de alta performance sem concorrentes diretos, tornando a competição algo irrelevante para os negócios.

Ou seja, a Estratégia do Oceano Azul tem como objetivo identificar oportunidades de negócio pouco exploradas ou completamente novas, que ninguém antes tentou explorar. Assim, cria-se uma nova demanda com concorrência inexistente ou pouco relevante.

A EOA parte da premissa de que nada é definitivo quando se trata das regras mercadológicas e estrutura da indústria; tudo é mutável.

Confira em, nosso blog: Design estratégico e inovação: o que é e como funciona na prática

Por que utilizar a EOA em seu negócio?

A Estratégia do Oceano Azul é uma forma de obter vantagem competitiva. Ela permite que a sua empresa se posicione em um nicho ainda não explorado e se torne referência no mercado de atuação.

Utiliza a EOA é importante que que se possa identificar mercados em que há grande demanda por determinado produto ou serviço, mas pouca oferta. Assim, as chances de crescimento da sua empresa são potencializadas, pois você conquistará clientes fiéis a sua marca

No entanto, é necessário sempre promover a melhoria contínua, procurando oferecer a melhor experiência possível para o seu público. Caso contrário, a concorrência pode descobrir esse seu mercado e te derrubar.

Além disso, a EOA é importante também para fortalecimento da marca, melhoria das margens de lucro, crescimento e maior durabilidade no mercado.

Este vídeo, mesmo em inglês, vale a pena ser visto. Foi produzido pela Harvard Business Review:

6 aspectos a serem considerados na Estratégia do Oceano Azul

Os autores da Estratégia do Oceano Azul citam 6 aspectos ou fronteiras que precisam ser superadas para que a EOA seja implementada.

1 – Setores alternativos

A competição se dá dentro e fora do seu setor de atuação. Isso porque empresas pertencentes a outros setores podem oferecer ao seu público produtos e serviços que serviriam como alternativa para os seus.

Nesse sentido, busque identificar áreas alternativas para o seu negócio, com formatos e funcionalidades diferentes mas que conseguem atender seu público original. Assim, você poderá reavaliar determinados valores que a concorrência não oferece.

2 – Grupos estratégicos dentro dos setores

Faça uma análise grupos estratégicos de empresas que atuam no mesmo mercado, como redes de farmácia ou de fast food ou de academias, por exemplo. A intenção é conseguir criar um valor diferenciado, que foge da curva.

3 – Cadeia de compradores

A decisão de compra envolve uma cadeia de compradores que precisa ser considerada. Fazem parte dessa cadeia os compradores diretos, os influenciadores, os intermediários, os usuários reais, os decisores, entre outros agentes.

Procure mapear a cadeia de compradores para, assim, descobrir novas oportunidades de negócio.

4 – Ofertas de produtos e serviços complementares

Aqui é feita uma análise de produtos ou serviços complementares que você pode oferecer para conseguir se diferenciar e agregar mais valor a sua marca. Isso deve ser feito de acordo com as necessidades do público que você quer atingir.

5 – Apelos funcionais e emocionais dos compradores

Considere os estímulos funcionais e emocionais causados pelo seu produto ou serviço e busque reinventá-lo de acordo com o que seu público-alvo considera relevante.

6 – Transcurso do tempo

Analise o contexto temporal para avaliar as tendências do mercado no decorrer do tempo. A intenção é identificar quais tendências de consumo são mais prováveis de impactar sua cadeia de compradores

Assim, você poderá antecipar necessidades e oferecer soluções completamente inovadoras.

4 passos para a implementação da Estratégia do Oceano Azul

Após considerar as 6 fronteiras citadas anteriormente, há 4 passos que você deverá seguir caso queira implementar a Estratégia do Oceano Azul na sua empresa.

Passo 1 – Despertar visual

O primeiro passo do EOA consiste em despertar a necessidade de mudança. Para isso, são feitas comparações e análises da concorrência a fim de identificar quais aspectos podem ser melhorados e oferecidos aos consumidores.

Passo 2 – Exploração visual

O objetivo desta etapa é entender de que maneira seu público faz uso de seus produtos ou serviços. Assim, pela perspectiva do consumidor, é possível saber o que pode ser mudado ou criado pela sua empresa para atender necessidades específicas de forma diferenciado.

Passo 3 – Apresentação da estratégia visual

Nesta etapa de implementação da EOA, é necessário reunir todas as informações coletadas nas etapas anteriores e criar uma proposta de valor, a qual deverá ser apresentada para o público-alvo.

Feito isso, coleta-se as considerações e sugestões do público a fim de fazer melhorias na ideia.

Passo 4 – Comunicação visual

Aqui, todas as informações e aprimoramentos que a sua empresa desenvolveu durante este processo são compilados e as estratégias são divulgadas para todos os envolvidos por meio da comunicação visual.

E aí? Ficou claro o que é a estratégia do oceano azul? Então coloque-a em prática para conseguir potencializar seus lucros e ocupar posição de destaque no mercado.

Saiba mais: Conheça os segredos da Estratégia do Oceano Azul

A Setting é uma empresa de consultoria com foco me resultado e entrega de valor, por isso, busca sempre as melhores estratégias para o sue negócio.

Quer se aprofundar nesse tema? Então, baixe nosso e-book gratuito: O guia para fazer o Planejamento Estratégico de sua empresa

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook