Processos

Exemplos de indicadores de produtividade: confira 8 e ponha sua empresa em ritmo acelerado

By 27 de março de 2019 No Comments

Compartilhe isso!

Exemplos de indicadores de produtividade: confira 8 e ponha sua empresa em ritmo acelerado

Os indicadores de produtividade servem para mostrar a relação entre o que foi produzido e os recursos utilizados para essa produção, considerando também a qualidade final.

Uma empresa pode ser considerada produtiva quando ela consegue entregar produtos ou serviços utilizando o mínimo possível de recursos sem comprometer a qualidade. Para que isso ocorra, é fundamental contar com processos bem estruturados e alinhados com os objetivos da organização.

Esses indicadores medem a eficiência de tais processos e servem como um guia para que a empresa se torne mais competitiva.

Confira agora 8 exemplos de indicadores de produtividade para você utilizar na sua empresa.

Saiba mais: O que são indicadores de desempenho? Confira 6 e potencialize o seu negócio

8 exemplos de indicadores de produtividade

Você sabia que existem diferentes tipos de indicadores  de desempenho?

Antes de ver os exemplos de indicadores de produtividade, confira este infográfico:

exemplos de indicadores de produtividade1 – Taxa de conversão

A taxa de conversão indica a relação entre o total de vendas e o total de leads contactados. Ela costuma ser muito utilizada pelos setores de Marketing e de Vendas.

Quando esse indicador fica em 50% durante determinado período, por exemplo, isso significa que a empresa foi bem sucedida em metade das suas tentativas de fechar negócio.

2 – Receita por vendedor

O segundo item da nossa lista de exemplos de indicadores de produtividade mostra o valor médio de receita gerada por cada vendedor. O cálculo é bem simples: pegue o valor total da receita em determinado período e divida pelo total de vendedores. Quanto maior o resultado, mais produtiva é a sua equipe.

3 – Taxa de turnover

A taxa de turnover é um indicador que trata da rotatividade dos colaboradores; ou seja, a relação entre o total de desligamentos e o total de funcionários ativos em um período específico.

Esse indicador pode servir para mensurar a produtividade do departamento de Recursos Humanos em reter esses talentos. Quando o turnover encontra-se elevado, ele pode indicar também problemas de liderança, clima organizacional, valorização, etc.

4 – Horas trabalhadas por projeto entregue

A intenção desse indicador é medir quanto tanto, em média, é necessário para entregar um projeto, bem como a quantidade de colaboradores necessária. Quanto menor as horas e a mão-de-obra, maior a produtividade.

5 – Churn rate

O churn rate mede a quantidade de clientes que desistiram da sua empresa. Se no começo de 2018, por exemplo, o seu negócio contava com 100 clientes e no final esse número cai para 90, o churn rate será calculado da seguinte forma: total de clientes perdidos pelo total de clientes ativos no início do período analisado.

Dessa forma, o resultado do nosso exemplo é 0,1%. O recomendado é que esse valor jamais ultrapasse 7%.

6 – Taxa de absenteísmo

A taxa de absenteísmo é um dos mais relevantes exemplos de indicadores de produtividade. Isso porque ela mede a quantidade de faltas, justificadas ou não, que ocorrem em determinado período. Quanto maior o número de funcionário que não comparecem para trabalhar, menor será a produtividade.

A recomendação é que os gestores investiguem as causas do absenteísmo para, então, estudar medidas capazes de reduzir esse índice.

7 – Ticket médio

O ticket médio é um indicador que mensura o valor médio gasto por cada cliente na sua empresa. O cálculo é feito pelo total de vendas realizadas dividido pelo total de clientes.

A partir desse dado, é possível identificar não só os valores gastos pelos clientes, mas também a média gasta com cada vendedor. Assim, fica mais fácil saber quais colaboradores são mais produtivos e contribuem mais para os resultados da empresa.

8 – Horas extras X Horas trabalhadas

Esse indicador de produtividade te ajudará a avaliar se os seus colaboradores estão sendo sobrecarregados nas funções com muitas horas extras, se a capacidade operacional da empresa está em conformidade, se é preciso realocar funcionários ou contratar novos talentos, etc. Quando as horas extras estão muito elevadas, a produtividade pode ser prejudicada.

Veja também: O que é gestão de indicadores: tudo que você precisa saber para ter a performance de seu negócio na palma de sua mão

Ficaram claros os nossos 8 exemplos de indicadores de produtividade? Já sabe quais você vai usar na sua empresa?

Lembre-se de que na hora de implementar esses indicadores, é fundamental olhar para cada processo e para cada departamento, mas sem perder a visão sistêmica do seu negócio. Isso significa que você pode adotar indicadores mais gerais e outros mais específicos, mas sem perder de vista os objetivos da empresa.

Confira em, nosso blog: Como criar indicadores de desempenho para melhorar seus resultados?

Por meio de uma visão sistêmica, valorização das pessoas e uma gestão baseada em fatos, a Setting busca criar valor e entregar resultados.

Baixe nosso e-book gratuito e descubra como conhecer melhor seu negócio: Por dentro de um diagnóstico empresarial

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook