Skip to main content

Compartilhe isso!

Cada vez mais as empresas prezam por contratar pessoas qualificadas, que possuam conhecimentos técnicos e teóricos para desempenhar suas funções. No entanto, é necessário que a empresa continue investindo na capacitação de profissionais no decorrer de seu trabalho.

Esse investimento geralmente é visto como um gasto pelos gestores, porém pode trazer diversas vantagens para a empresa. Como exemplo, podemos citar o aumento na produtividade, na eficiência e na lucratividade, além da diminuição da rotatividade.

Neste artigo vamos tratar da importância de destinar uma parte do orçamento da empresa para qualificar os profissionais, além de analisar quanto é necessário investir nessa área. Confira!

Por que investir na capacitação de profissionais?

Além de ajudar na qualificação da mão de obra, o investimento na capacitação dos colaboradores ajuda a estreitar a relação deles com a empresa. Realizando treinamentos e palestras, é possível que os funcionários melhorem a capacidade de administrar o tempo, consigam analisar melhor os problemas e encontrar soluções, além de melhorar suas habilidades de comunicação e relacionamento interpessoal.

Como já foi dito, a capacitação dos colaboradores também pode aumentar a produtividade da empresa. Isso ocorre porque um profissional qualificado realiza seu trabalho com mais qualidade e em menos tempo. Além disso, investir em cursos e treinamentos diminui a rotatividade de funcionários, reduzindo o número de demissões ou trocas de equipe. Com isso, evita-se a perda de dinheiro e tempo na contratação e adaptação de novos profissionais.

Além de todas essas vantagens, oferecer treinamentos pode ser uma ótima maneira de unir e integrar os colaboradores. Isso favorece o trabalho em equipe e o aprendizado mútuo, além de melhorar o convívio. A qualificação dos profissionais também torna a empresa mais competitiva no mercado, uma vez que profissionais capacitados e atualizados oferecem os melhores serviços.

Quanto devo investir na capacitação de profissionais?

Não existe uma fórmula exata que defina quanto se deve investir para capacitar os funcionários. Porém, é fundamental que os gestores analisem e definam quanto será destinado para essa área. Para isso, é importante levar em consideração diversos aspectos como a estratégia, a lucratividade e a perspectiva do mercado.

É fundamental definir primeiramente quais setores ou equipes receberão o treinamento, o tipo de treinamento que será feito e quais profissionais serão contratados para isso. A partir desse primeiro passo, é possível ter uma ideia de quanto será necessário investir para a capacitação.

Na hora de definir quanto do orçamento da empresa será destinado à qualificação dos profissionais, leve em consideração também quanto de lucro esse tipo de treinamento vai gerar para a organização. Para isso, é importante verificar que tipo de melhoria essa capacitação trará para a empresa e se certificar de que o treinamento resultará, de fato, no desenvolvimento dos colaboradores e da organização.

Portanto, mesmo não havendo uma regra sobre quanto é necessário investir na capacitação de profissionais, vale ressaltar a importância de se analisar criteriosamente todo o cenário da empresa para poder colocar em prática essa iniciativa. Lembre-se de que esse investimento trará muitos benefícios para os profissionais, para a empresa e também para os clientes.

Gostou deste artigo? Não deixe de comentar e trocar experiências conosco!

[E-book] O que esperar de uma consultoria em gestão e como escolher o parceiro certo

 

Flavia Secaf

Flavia Secaf

Sócia, Consultora e Coach, Flavia Stuart Secaf especialista em psicologia clínica, psicologia da educação e gestão empresarial, atuou em instituições públicas e privadas como consultora, orientadora e avaliadora educacional. Psicóloga clínica pela PUC-SP e Coach Executiva e Life Coach pelo ICI - Integrated Coaching Institute.

Comentários no Facebook