Governança

Como criar empresas realmente diversas: 4 dicas para diversificar o seu quadro de funcionários

By 28 de agosto de 2020 No Comments
Como criar empresas realmente diversas

Compartilhe isso!

A diversidade nas empresas trata de uma série de políticas e práticas com o objetivo inserir na força de trabalho do negócio indivíduos com características diversas, como orientação sexual,  etnia, presença de deficiências, religião, classe social e gênero, entre muitas outras.

Essa é um boa definição de diversidade corporativa, mas você já parou para se questionar sobre o que é diversidade nas empresas na prática?

Será que o seu modelo de negócio reconhece, de fato, o valor da diversidade racial nas empresas, por exemplo?

Muito se tem discutido sobre essa temática nos últimos anos. O público consumidor tem cobrado das marcas mais representatividade não somente nas campanhas publicitárias, mas também nos cargos internos, inclusive os de liderança.

Se você deseja se informar mais sobre esse assunto, fique tranquilo que vamos te ajudar.

Elaboramos este conteúdo para explicar o que significa, de fato, a diversidade nas organizações.

Continue a leitura para conferir também 4 dicas de como criar empresas realmente diversas:

  1. Faça um diagnóstico de diversidade do seu quadro de funcionários
  2. Revise as exigências feitas no processo seletivo
  3. Diversifique os cargos de liderança
  4. Desenvolva ações para reter esses talentos

E veja também como ações pautadas na inclusão de profissionais de diferentes características e backgrounds podem ser benéficas para sua empresa e para a sociedade como um todo.

Equipes diversas são mais produtivas, veja mais qui: Equipes de alto desempenho: o que são, características, benefícios e como desenvolver

O que é diversidade nas empresas

Podemos definir o que é diversidade nas empresas como um processo que visa incluir no quadro de funcionários pessoas pertencentes a diferentes etnias, classes sociais, gêneros, tipos de deficiência, cor de pele, orientação sexual etc.

A diversidade nas empresas é mais do que trazer profissionais que integram esses grupos muitas vezes marginalizados e pouco representados no mundo corporativo.

Trata-se da incorporação de diferentes trajetórias, experiências e perspectivas que enriquecem as rotinas organizacionais e os debates de ideias e agregam valor tanto para a empresa quanto para quem é contratado.

O valor da diversidade racial nas empresas

A diversidade racial é um recorte que merece uma atenção especial das empresas, especialmente no Brasil.

Isso porque os mais de 300 anos de escravidão no país trouxeram consequências sentidas até hoje, como a dificuldade de acesso a educação de qualidade, a bons cargos nas organizações e a boas remunerações.

O valor da diversidade racial nas empresas reside no fato de que, apesar da população brasileira ser composta por 56% de pardos ou negros, apenas 5% dos cargos executivos são ocupados por pessoas que se declaram desta etnia.

E quando nos referimos apenas às mulheres negras, o resultado é ainda mais preocupante: somente 0,4% das executivas brasileiras se declaram negras.

Portanto, implementar a diversidade racial nas empresas é fundamental para tentar corrigir essa disparidade.

4 dicas de como criar empresas realmente diversas?

Agora que você já sabe o que é diversidade nas empresas, confira a seguir 4 dicas essenciais de como criar empresas realmente diversas.

Veja nas próximas linhas que boas práticas seguir para que o seu modelo de negócio possa se tornar, de fato, mais inclusivo.

1. Faça um diagnóstico de diversidade do seu quadro de funcionários

A primeira dica de como criar empresas realmente diversas consistem em observar o quão diverso é o seu quadro de funcionários atualmente.

A partir desse diagnóstico, será possível identificar as necessidades de diversificar o pessoal.

Lembre-se de que quanto menos diversas forem as equipes, mais limitado o campo das ideias, da criatividade e da inovação tende a ficar.

Leia também: 6 aspectos da cultura que sentenciam o sucesso ou o fracasso do seu Programa de Compliance

2. Revise as exigências feitas no processo seletivo

Para se tornar uma empresa mais diversa, é preciso rever as exigências de currículo feitas durante o processo de recrutamento e seleção.

Tendo em vista, por exemplo, que a população negra no Brasil enfrenta sérias dificuldades de acesso a educação de qualidade (como cursos de idiomas, intercâmbios, universidades caras, MBA etc.), você pode acabar barrando a entrada das pessoas pertencentes a esse grupo social quando impõe certas condições muito descoladas da realidade.

Esses e vários outros tipos de exigências não contribuem para a implementação de uma cultura pautada na diversidade.

3. Diversifique os cargos de liderança

A diversidade também precisa ser observado nos cargos de liderança da empresa.

Crie um plano de carreira que possibilite a chegada de profissionais pertencentes a grupos minoritários a cargos mais altos da organização.

Veja mais: Os desafios da liderança empresarial: 5 principais obstáculos que (quase) todo líder precisa enfrentar

4. Desenvolva ações para reter esses talentos

Não basta contratar mais negros, mulheres, hommossexuais, pessoas trans e pessoas com deficiência. É necessário desenvolver ações focadas em reter esses talentos que pertencem ao espectro da diversidade.

O ambiente organizacional precisa ser inclusivo e livre de hostilização e preconceitos.

Além disso, os benefícios devem fazer sentido para essas pessoas, como o apoio médico para PCDs, a inclusão de parceiros homoafetivos no plano de saúde e no seguro de vida, incentivos a cursos para qualificação profissional etc.

Veja também: 5 dicas para melhorar a retenção de talentos em sua empresa

Ficou claro como criar empresas realmente diversas? Obviamente, esse é um processo que não acontece da noite para o dia. É necessário um trabalho constante de conscientização e estudo sobre essa importante temática.

Entenda mais na palestra abaixo sobre diversidade e inclusão como fator estratégico para as empresas, de Leizer Vaz:

A Setting é uma empresa de consultoria que gera valor e entrega resultados porque toma decisões baseadas em fatos, seguindo uma metodologia sistêmica.

Assim, respeita seus clientes e troca conhecimentos com transparência para atingir os resultados desejados. Dessa forma, o foco está na excelência e na busca das estratégias vencedoras, rumo ao sucesso.

Será que seu modelo de negócio precisa se ajustar à diversidade? Então, saiba mais sobre modelos de negócio, baixando nosso e-book gratuito: Modelo de Negócio – Como e quando mudar?

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook