Gestão Empresarial

O que é controladoria nas organizações e por que você precisa implementar na sua empresa

By 24 de setembro de 2019 No Comments
o que é controladoria

Compartilhe isso!

Você sabe o que é controladoria? Faz ideia de qual a função da controladoria no planejamento estratégico da empresa?

Conquistando cada vez mais espaço nas organizações, a controladoria tem sido encarada como um diferencial competitivo. Essa prática vem ajudando empresários de todo o mundo a conhecer melhor suas operações e a tomar decisões mais assertivas.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para explicar o que é controladoria, a importância de ter uma para o seu negócio e a função estratégica dessa prática.

Este post também pode interessar a você: Gestão de riscos corporativos: uma necessidade estratégica

O que é controladoria?

A controladoria tem como objetivo estruturar e acompanhar as operações administrativas e financeiras de uma organização. Seu papel é, como o próprio nome sugere, controlar os aspectos contábeis e administrativos da empresa.

A prática da controladoria é exercida pelo controller. Cabe a este profissional coletar informações sobre as finanças e a administração e orientar os empresários em suas tomadas de decisão.

Através de uma visão multidisciplinar, o controller precisa conhecer bem qual é o modelo de gestão da empresa e seus principais desafios.

Por que é importante?

Com os dados obtidos pelo monitoramento da controladoria, é possível ser mais assertivo nas tomadas de decisão. Além disso, a controladoria auxilia na otimização de gastos e na melhoria contínua dos processos; tudo isso com transparência e eficácia.

Sem a controladoria, a empresa tende a ficar mais suscetível a má administração e à gestão irresponsável de recursos. Isso pode acabar espantando potenciais investidores.

A controladoria também é uma forma de assegurara uma boa governança corporativa. Conheça 8 características  da governança corporativa:

O que é controladoria

Saiba mais: O que é governança corporativa e como funciona na prática?

Como a controladoria funciona na prática?

A prática da controladoria parte de padrões de qualidade previamente estabelecidos. Todos os colaboradores, dos cargos de diretoria até os cargos mais operacionais, precisam estar envolvidos neste processo.

A controladoria se inicia a partir da estruturação das operações contábeis e administrativas. Em seguida, atenta-se para fatores como:

  • orçamento empresarial;
  • despesas fixas e variáveis;
  • fluxo de caixa;
  • captação de recursos;
  • precificação, etc.

Assim, a controladoria consegue definir padrões de controle, além de projetar resultados focados em seus objetivos estratégicos. Isso é feito também com a intenção de mitigar riscos.

O controller vai, então, analisar comparativamente os resultados obtidos e os padrões estabelecidos. Dessa forma, será possível observar determinados desvios e tomar medidas corretivas.

O que é controladoria estratégica?

Mas qual a função da controladoria no planejamento estratégico da empresa? É aí que entra a controladoria estratégica.

Para entendermos o que é controladoria estratégica, basta pensarmos a controladoria que vimos anteriormente como ferramenta de fomento à estratégia organizacional.

A controladoria estratégica funciona como uma sobreposição dos setores de Contabilidade, Administração e de Planejamento Estratégico. Da interseção dessas três áreas, ela atua fornecendo informações de caráter financeiro e não financeiro para os gestores.

o que é controladoria

Fonte: Treasy

De posse dessas informações, os gestores são capazes de analisar, planejar, implementar e controlar a execução de estratégias de negócio com mais eficácia.

A controladoria estratégica não significa, necessariamente, a formação de uma nova equipe de controladoria. Na verdade, esta seria uma evolução da “controladoria tradicional”.

Com esse viés mais estratégico, a controladoria expande a sua função de mero controle e passa a permear as estratégias do negócio. O controller passa a poder sugerir ações capazes de impulsionar as vantagens competitivas da empresa, identificando tendências de maneira sistemática e pensando sempre no futuro.

Como funciona?

Para que você possa compreender melhor o que é controladoria estratégica, veja a seguir como ela funciona na prática.

Análise estratégica

A primeira etapa de execução da controladoria estratégica consiste em analisar o planejamento estratégico da empresa a fim de compreender aonde ela deseja chegar. Além disso, é necessário também reconhecer quais são as principais necessidades do negócio.

Coleta e análise de dados

Em seguida, é preciso coletar e analisar os dados que darão embasamento para as ações da controladoria estratégica. Auditorias internas e relatórios de resultados históricos são boas fontes de dados relevantes.

A partir dessa busca, já será possível identificar determinados padrões e tendências. Assim, passar as orientações a serem seguidas pelos gestores e demais colaboradores a fim de alcançar os objetivos estratégicos da empresa.

DICA: Análise de cenários e identificação de riscos: 7 dicas que você precisa conhecer para ser mais assertivo nas decisões

Monitoramento de resultados

Por fim, a controladoria estratégica precisa monitorar os resultados das ações. A intenção é mensurar o impacto das decisões que foram tomadas e fazer os ajustes que forem necessários. O trabalho da controladoria estratégica é de médio e longo prazo.

Saiba mais: O que é estratégia empresarial, afinal?

Ficou claro para você o que é controladoria? Que tal implementar essa prática no seu negócio?

A Setting é uma empresa de consultoria estratégica e de gestão que usa uma abordagem sistêmica e toma decisões baseadas em fatos para agregar valor e entregar resultados ao seu negócio.

Quer implementar uma controladoria em sua empresar? Conte coma Setting. Então, baixe nosso e-book gratuito e veja como podemos ajudar sua empresa: O que esperar de uma consultoria em gestão e como escolher o parceiro certo

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook