Gestão Empresarial

Gestão por competência: definição, vantagens e como fazer

By 9 de julho de 2019 No Comments
Gestão por competência

Compartilhe isso!

Você já ouviu falar em gestão por competência?

Essa é uma prática que vem ganhando força no meio corporativo. Ela tem ajudado muitas empresas a alcançarem resultados cada vez mais satisfatórios.

A fim de permanecer competitivo em um ambiente de constante transformação, o foco contínuo na melhoria do capital mais importante de uma empresa – ou seja, as pessoas e suas habilidades – é essencial.

A implementação de um processo de gestão por competências bem orientado tornou-se, portanto, uma parte importante da estratégia na maioria das organizações atualmente.

Ficou curioso? Então vem com a gente e descubra mais sobre o que é gestão por competência. Conheça seus principais benefícios para o negócio e como ela funciona na prática.

Leia também: O que é planejamento estratégico de gestão de pessoas e os 6 passos para implantar em sua empresa

O que é gestão por competência?

A gestão por competência pode ser definida como um método pelo qual os conhecimentos, as habilidade e as atitudes dos colaboradores de uma organização são devidamente rastreados, categorizados e desenvolvidos.

Os principais objetivos dessa prática são:

  1. alocar os recursos humanos de maneira mais inteligente;
  2. delegar tarefas com assertividade ;
  3. obter melhores resultados.

Esse tipo de gestão é uma maneira de otimizar o uso dos talentos disponíveis e converter o que há de melhor em cada colaborador em combustível para o crescimento da empresa.

Quando falamos de competências, nos referimos a comportamentos, habilidades, valores, padrões de desempenho, experiência, bagagem cultural, etc. Se as metas e os objetivos descrevem “o que” você espera que um funcionário realize, as competências descrevem “como” você quer que isso seja cumprido.

Dessa forma, cultivar e gerenciar competências é uma maneira importante de promover o alto desempenho organizacional e dos funcionários, além de ser uma forma de fortalecer sua cultura organizacional e seus diferenciais competitivos.

Uma abordagem baseada em competência fornece a transparência, a consistência e a visão que os gerentes precisam para liderar de forma mais eficaz.

Ficou claro pra você o que é gestão por competências? Então, confira mais dicas neste vídeo da RH Academy:

Este post também pode interessar a você: O que é gestão do conhecimento nas empresas? Definição, vantagens e ferramentas

Os 7 benefícios da gestão por competência

Para que você entenda melhor o que é gestão por competência, não há como deixar de falar sobre os principais benefícios dessa prática.

1 – Compreensão enriquecida dos comportamentos e desempenho esperados

A gestão por competências permite que o gestor saiba com mais clareza o que esperar de seus colaboradores. Da mesma forma, os colaboradores passam a entender melhor suas funções e quais resultados espera-se que eles alcancem.

2 – Melhor planejamento de talentos

Os resultados da avaliação de competência informam a liderança sobre a capacidade atual e futura de talentos. Para ser avaliado como competente, o funcionário deve demonstrar capacidade e experiência para realizar as tarefas específicas de um trabalho.

Por isso, dados e análises sobre as habilidades e o conhecimento dos funcionários são essenciais para um melhor planejamento sobre as funções que cada colaborador precisará desempenhar.

3 – Estratégia otimizada de desenvolvimento e mobilidade

Organizações de alto desempenho têm percebido que o sucesso de suas operações depende do quão capazes seus funcionários são. Assim, reconhece-se também que o treinamento formal não necessariamente equipa os funcionários com as habilidades apropriadas para prosperar no local de trabalho.

É nesse ponto que entra a gestão por competências. Com ela, o desenvolvimento é criado em torno dos padrões de competência que foram identificados para funções específicas em uma organização.

4 – Melhor eficiência operacional

A gestão por competência:

  • facilita o aprendizado e o desenvolvimento orientados a negócios;
  • elimina o treinamento sem valor agregado;
  • destaca os pontos fortes a serem desenvolvidos;
  • sinaliza lacunas de habilidades críticas para mitigação;
  • gera níveis mais elevados de satisfação de funcionários.

Tudo isso contribui para uma melhor eficiência operacional.

5 – Processos integrados de talentos

Servindo como padrão para o desempenho esperado por cargo, o gestão de competências torna-se o padrão pelo qual a organização gerencia todas as fases do ciclo de vida do funcionário: da aquisição de talentos ao desenvolvimento e retenção.

6 – Aumento da produtividade

Quando há coerência entre as competências do profissional e as necessidades do cargo que ele ocupa, a tendência é que ele se torne mais produtivo.

Se os colaboradores têm o conhecimento, as habilidades e o comportamento certos para desempenhar as funções a eles designadas, eles estão mais capacitados para entre valor à organização. Assim, a empresa estará mais habilitada a perseguir objetivos mais ousados.

Dar orientações de como ser mais produtivo aos colaboradores é muito importante. Por isso, confira estas dicas:

Gestão por competência

Fonte: Siteware

Leia também: 10 ideias práticas e efetivas para melhorar a produtividade da empresa

7 – Redução da rotatividade

Se há alinhamento entre as competências de cada profissional e as necessidades do cargo que ele ocupa, consequentemente haverá redução da rotatividade. Isso porque o colaborador se sentirá mais confortável em sua função, pois ele estará designado a fazer aquilo que ele sabe e tem familiaridade.

Além disso, por que demitir alguém que atende bem às demandas do cargo que ele ocupa?

E mais: contratar alguém que já está inserido no contexto da organização, que compartilha dos mesmos valores e que está familiarizado com os processos da empresa é muito mais vantajoso do que contratar alguém de fora. Nesse sentido, a gestão por competência favorece os processos internos de recrutamento e seleção.

Confira este infográfico que resume todas as vantagens da gestão por competências:

Gestão por competênciaPasso a passo: como fazer gestão por competência

Agora que você já sabe o que é gestão por competência e seus principais benefícios, é hora de descobrir como isso funciona na prática.

Confira a seguir 5 passos de como fazer gestão por competência na sua empresa.

Passo 1 – Mapeamento das competências

O primeiro passo de como fazer gestão por competência consiste em mapear as principais habilidades, conhecimentos e comportamentos que você considera essenciais para a organização.

Ao elencar as competências capazes de melhorar o desempenho da empresa e fazê-la alcançar o sucesso, identifique as habilidades que:

  • incorporem ou representem sua cultura organizacional;
  • são necessárias para o sucesso ou liderança no seu mercado de atuação;
  • apoiem os objetivos estratégicos da sua organização;
  • diferenciem sua empresa da concorrência.

Por exemplo: você pode selecionar competências como inovação, criatividade, conhecimento técnico, qualidade, foco no cliente ou segurança como suas principais competências organizacionais.

Em geral, é melhor identificar as 4 a 6 competências essenciais para sua organização. Um número maior de competências será difícil de cultivar e diluirá seus esforços. Tente manter a quantidade de competências que você identifica para cada trabalho razoável e gerenciável.

Mantenha suas definições específicas. Mas gerais o bastante para que possam ser consistentemente aplicadas a todos os trabalhos que as exigem.

2 – Definição das responsabilidades

As organizações devem desenvolver um processo apropriado para definir os papéis e responsabilidades coletivos que refletem o escopo do controle de competências desejado em toda a empresa.

Ou seja, depois que você mapear as competências desejadas, é preciso categorizar os colaboradores de acordo com esse mapeamento para, então, definir por o quê cada um será responsável.

Uma vez estabelecido, cada colaborador precisará entender os requisitos de seu papel e as responsabilidades associadas. Depois disso, deve haver um processo para controlar a mudança e, quando necessário, atualizar os papéis e responsabilidades à medida que a organização evolui.

3 – Treinamento

O treinamento é parte fundamental de uma eficiente gestão por competência. Isso porque, quando o funcionário recebe o treinamento adequado, ele tem a possibilidade de expressar melhor seus talentos e habilidades de modo a contribuir para o sucesso da empresa.

O funcionários que não é bem treinado acaba por ter suas competências mal exploradas e não as utiliza da melhor maneira possível. Nesse sentido, procure sempre reduzir o gap entre as aptidões dos colaboradore e as atividades atribuídas a eles.

4 – Comunicação

Outra etapa importante para a gestão por competência é a comunicação. Saber comunicar as competências que se espera dos colaboradores é essencial.

Para isso, você pode disponibilizar um manual de competências para todos os funcionários, publicar a lista e as definições de suas competências na sua Intranet, em um quadro de avisos ou no boletim informativo interno, etc.

Uma boa comunicação é crucial para o gerenciamento eficaz de competências. Os funcionários se beneficiam do reforço positivo de princípios e processos fundamentais por meio de diversos canais de comunicação.

A comunicação com aqueles que não são diretamente empregados, como subcontratados e fornecedores, pode ser igualmente importante.

5 – Monitoramento

Na etapa de monitoramento, é feita a avaliação de desempenho dos colaboradores. A intenção é descobrir se a gestão por competência trouxe mudanças efetivas em relação ao trabalho das equipes e se os resultados foram, de fato, satisfatórios.

As competências em sua estrutura ou modelo devem permanecer relativamente constantes ao longo do tempo. Mas você deve periodicamente revisitar sua lista e definições. Assim,  vai garantir que elas ainda reflitam suas necessidades e apoiem sua estratégia. Isso é especialmente importante se a sua organização ou setor experimentar uma grande mudança que afeta seu cenário competitivo.

Dessa forma, você deve criar um modelo de mensuração constante dos resultados. Reuniões periódicas para coleta de feedbacks, adoção de indicadores-chave de desempenho (KPIs) e pesquisas quantitativas e qualitativas são bons exemplos de métodos de monitoramento de resultados.

Com um monitoramento constante e eficaz, é possível descobrir o quão distante os colaboradores estão de atender às demandas da organização e alinhar treinamentos, avaliações, recrutamentos, etc.

A gestão por competências pode ajudar muito sua empresa. Mas que tal conhecer mais algumas dicas de gestão de pessoas?

Então, confira:

Como fazer gestão de pessoas

Saiba mais: Como fazer gestão de pessoas, conquistar colaboradores e reter talentos de uma vez por todas

Gostou de saber mais sobre gestão por competência? Agora que você já está por dentro do assunto, que tal implementar esse método de gestão na sua empresa?

A Setting uma consultoria de gestão empresarial. Seu foco é gera valor e trazer resultados para seu negócio. Por isso, tem uma visão sistêmica, valorizando as pessoas e a excelência, e sempre toma decisões baseadas em fatos.

Você sabe como lidar com conflitos na empresa? Essa é uma habilidade importante para o gestor de recursos humanos. Por isso, baixe nosso e-book gratuito: 8 dicas de como gerenciar conflitos na empresa

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook