Gestão Empresarial

Erros na gestão de pessoas: os 7 principais que você não pode cometer

By 31 de dezembro de 2019 No Comments
Erros na gestão de pessoas

Compartilhe isso!

A gestão de pessoas é um aspecto delicado em qualquer negócio. Afinal, os colaboradores são peças fundamentais para o bom funcionamento de uma empresa.

No entanto, construir e gerenciar um time de sucesso, capaz de gerar excelentes resultados, não é uma tarefa fácil.

Os erros na gestão dos recursos humanos podem trazer consequências negativas, como aumento da taxa de absenteísmo, queda na produtividade, elevação do índice de rotatividade e prejuízos com rescisões contratuais.

Assim, para te ajudar nessa questão, separamos aqui os 7 principais erros na gestão de pessoas que você precisa evitar.

Por isso, continue a leitura para conferir nas próximas linhas o que não fazer ao gerenciar seus colaboradores.

Saiba mais: O que é planejamento estratégico de gestão de pessoas e os 6 passos para implantar em sua empresa

Os 7 maiores erros na gestão de pessoas

1 – Líderes despreparados

Encabeçando a nossa lista de erros na gestão de pessoas, temos a falta de preparo dos líderes para lidar com o capital humano da empresa.

Lideranças mal preparadas são incapazes de dar a orientação adequada aos colaboradores, o que impacta negativamente nos resultados das equipes.

Um bom líder precisa inspirar seus liderados, servir de exemplo, saber motivá-los e engajá-los, conhecer os pontos fortes e as fragilidades do seu time e delegar as tarefas de maneira coerente.

Esses são alguns temas técnicas de liderança que todo gestor precisa conhecer.

Leia também: Como fazer gestão de pessoas, conquistar colaboradores e reter talentos de uma vez por todas

2 – Desatenção ao clima organizacional

O clima organizacional é um aspecto importante quando falamos em gestão de pessoas.

Isso porque um ambiente de trabalho tóxico, hostil, estressante e desarmonioso tende a fazer com que os colaboradores se sintam desmotivados e infelizes com a empresa, o que os leva à queda de produtividade.

Sendo assim, é importante estar atendo à qualidade do clima organizacional. Faça uma pesquisa de clima, por meio de questionários de comunicação interna, com os funcionários da empresa. Assim você vai entender o ponto de vista deles sobre esse aspecto.

Ao fazer isso, será possível identificar o que precisa ser feito para que o ambiente de trabalho se torne mais leve, amigável e harmonioso.

Entenda melhor o que é clima organizacional acompanhando este vídeo da Escola de Líderes:

Veja mais: Como melhorar o clima organizacional? Descubra com 7 dicas práticas

3 – Falta de clareza nas metas e objetivos das equipes

Um dos maiores erros na gestão de pessoas é falta de clareza na definição de metas e objetivos. Afinal, de que maneira seus colaboradores vão alcançar os resultados que você espera se eles não souberem ao certo que resultados são esses?

E mais: as metas precisam ser alcançáveis. Caso contrário, os colaboradores vão se sentir desmotivados a persegui-las, gerando uma queda no rendimento das equipes.

4 – Contratações equivocadas

Os processos de recrutamento e seleção são extremamente importantes na gestão de pessoas. Uma contratação equivocada pode gerar sérios danos aos resultados da empresa.

Já pensou contratar um funcionário que, mais tarde, se mostra incompatível aos valores da empresa e incapaz de exercer as atividades para as quais ele foi contratado?

Para evitar que isso aconteça, estabeleça processos de recrutamento e seleção mais rigorosos. Investigue se as informações presentes no currículo do candidato são verdadeiras. Faça testes específicos para a vaga em aberto.

Assim, você evita prejuízos com rescisões contratuais e com novas contratações

5 – Não investir em treinamento dos colaboradores

Gerenciar pessoas é também garantir que elas tenham o repertório técnico e as capacidades necessárias para desempenhar suas funções. Nesse sentido, não investir no treinamento dos colaboradores é um erro grave.

Treinar e capacitar seus funcionários é essencial para o desempenho das equipes. Por isso, invista em workshops, palestras, cursos à distância e demais mecanismos capazes de potencializar as habilidades dos seus recursos humanos.

Leia também: Como saber quanto devo investir na capacitação de meus profissionais?

6 – Ausência de feedback

O feedback é uma ferramenta extremamente valiosa dentro das organizações. Por meio dele, é possível mostrar para o colaborador o que tem dado certo e o que precisa ser melhorado.

Não fornecer feedback adequado pode ocasionar desalinhamento entre o funcionário e os objetivos da organização. Por isso, busque sempre dialogar com os colaboradores a fim de reforçar pontos positivos e encontrar maneiras de melhorar certas fragilidades.

Saiba mais: Veja a importância e 4 dicas de como dar um feedback negativo para um funcionário

7 – Não dar o devido reconhecimento aos êxitos dos colaboradores

Não reconhecer os esforços e os êxitos dos colaboradores é também um erro a ser evitado na gestão de pessoas.

Exaltar e celebrar o bom trabalho é tão importante quanto apontar as falhas que precisam ser corrigidas. Isso faz com que os colaboradores se sintam mais valorizados e percebam que o trabalho que eles desempenham realmente importa.

Essas foram os nosso 7 principais erros na gestão de pessoas que você precisa evitar. Fuja deles e conquiste maior competitividade para o seu negócio.

Leia também: Como conhecer o perfil do funcionário? Confira 5 metodologias para ajudar na gestão de pessoas da sua empresa

O peoople analytics é uma forma de conhecer seus colaboradores profundamente. Você conhece esta tecnologia? Então, confira o vídeo da Siteware:

Este posts também vai interessar a você: Gestão por competência: definição, vantagens e como fazer

A Setting é uma consultoria com foco na entrega de valor e resultados. Por isso, toma decisões baseadas em fatos, por meio de um modelo sistêmico de gestão, que valoriza as pessoas. Assim, em conjunto com sua equipe, consegue elevar ao máximo todo potencial de sues colaboradores.

Quem lida com pessoas, muitas vezes, precisa gerenciar conflitos. Se você quer dicas de como fazer isso, então, baixe nosso e-book gratuito: 8 dicas de como gerenciar conflitos

Vera Maria Stuart Secaf

Author Vera Maria Stuart Secaf

Sócia e Consultora sênior, atua há mais de 20 anos na gestão em organizações de diversos portes e setores. Ministrou aulas nos cursos de pós graduação da FUPAM, FEA/USP, FGV in Company e ANBIMA. Vera é administradora de empresas com MBA na Fundação Dom Cabral e Kellogg e Master em Governança na Nova Economia pelo GoNew Economy.

More posts by Vera Maria Stuart Secaf

Comentários no Facebook