Gestão Empresarial

Diferença entre gestão e administração: será que é tudo a mesma coisa?

By 3 de setembro de 2019 No Comments
Diferença entre gestão e administração

Compartilhe isso!

Você sabe qual a diferença entre gestão e administração empresarial? Esse são conceitos importantes. E ambos são cruciais para o desenvolvimento de uma empresa.

É bastante comum que esses dois termos sejam colocados juntos no mesmo balaio. Porém, tratam-se de conceitos particularmente distintos. Por isso, precisam ser definidos separadamente.

Neste artigo vamos falar sobre as diferenças entre gestão e administração e o que cada um representa no universo corporativo.

Este texto também pode interessar a você: Entenda o papel do conselho de administração dentro de uma empresa com a opinião de 4 especialistas

O conceito de Administração

Antes de falarmos mais especificamente sobre a diferença entre gestão e administração, vamos definir cada um desses conceitos separadamente.

No contexto empresarial, administrar significa planejar, organizar e controlar os recursos tangíveis e intangíveis que se encontram à disposição da empresa.

Por recursos, entende-se:

  • Tempo;
  • Dinheiro;
  • Mão de obra;
  • Matéria prima;
  • Maquinário;
  • Água;
  • Luz;
  • Internet, etc.

Assim, com foco mais direcionado aos processos, a administração se ocupa de aspectos mais técnicos e estratégicos do negócio. Dessa forma, enxerga sempre a longo prazo e identifica oportunidades que atendam aos propósitos da empresa.

A administração estabelece a estrutura fundamental de uma organização. Sua principal função é determinar planos, políticas, procedimentos e objetivos estratégicos.

Leia também: Você sabe o que é Conselho de Administração na Governança Corporativa?

O conceito de Gestão

A partir de agora você já vai começar a perceber a diferença entre gestão e administração empresarial.

A gestão é um dos pilares da administração. Nesse sentido, sua função é garantir que todos os processos sejam executados conforme o previsto, evitando falhas e desvios de percurso.

A gestão possui caráter mais operacional. Ela dá os direcionamentos sobre onde e como chegar a determinado objetivo.

A gestão empresarial tem como foco gerenciar pessoas, processos e recursos, levando sempre em consideração as políticas administrativas e organizacionais da empresa.

O objetivo da gestão é impulsionar a empresa rumo às suas metas e objetivos, garantindo sempre a eficiência do processo sem negligenciar o fator humano.

Leia mais: O que é gestão de indicadores: tudo que você precisa saber para ter a performance de seu negócio na palma de sua mão

A pirâmide organizacional

Para facilitar o seu entendimento sobre a diferença entre gestão e administração empresarial, imagine uma pirâmide.

No topo desta pirâmide fica o administrador (nível estratégico), pois ele é o responsável por todas as decisões consideradas mais estratégicas para o negócio, com resultados de longo prazo.

Em seguida, no meio, vem a figura do gestor (nível tático), que conhece a fundo o mercado em que a empresa está inserida. É de responsabilidade dele fazer a ponte entre o topo e a base da pirâmide: os colaboradores liderados por eles (nível operacional).

É o gestor quem desenvolve a liderança e motiva os colaboradores a, juntos, alcançarem os objetivos da organização, fazendo o melhor uso possível dos recursos e das estruturas disponíveis.

Dê uma olhada nesta figura divulgada pelo blog ABC do ADM que ilustra a pirâmide organizacional:

Diferença entre gestão e administração

Saiba mais: Como fazer gestão de pessoas, conquistar colaboradores e reter talentos de uma vez por todas

Diferença entre gestão e administração empresarial

Como você pôde perceber em nossa pirâmide imaginária, o administrador está em posição hierarquicamente superior, buscando uma visão mais geral sobre a organização.

O ponto mais importante que difere a gestão da administração é que, enquanto a primeira se preocupa em orientar as operações da empresa, a segunda estabelece as políticas e os objetivos organizacionais.

O gestor é mais atuante e participa mais dos processos do ponto de vista prático. Ele está mais envolvido com os colaboradores e com as metas estabelecidas pela administração.

A administração é quem determina tudo o que precisará ser colocado em prática pela gestão. Ela exerce função executiva e a gestão exerce função determinativa.

Outra diferença a ser apontada é que a administração é que toma todas as decisões mais importantes da organização. Por outro lado, a gestão toma decisões sob os limites estabelecidos pela administração.

A figura do gestor atua entre o estratégico e o operacional, garantindo, assim, o alinhamento entre o topo e a base da hierarquia organizacional.

Enquanto a administração é quem controla a organização e decide sobre questões estratégicas de longo prazo, a gestão é que sustenta essas decisões. E, dessa forma, move as engrenagens da empresa, garantindo a eficiência de todos os processos.

Ficou clara a diferença entre gestão de administração?

No entanto, vale a pena ressaltar que o mundo corporativo está cada vez mais dinâmico. Por isso, o limite entre essas atribuições tem ficado bastante nebuloso. Na prática, é difícil encontrar gestores e administrados desempenhando funções consideradas exclusivas da gestão ou da administração.

Confira também em nosso blog: 7 dicas para fazer uma boa gestão de startups

Uma das mais importantes atividades de administração é a criação do planejamento estratégico. Por isso, aprenda mais sobre essa ferramenta baixando nosso e-book gratuito: O GUIA para fazer o planejamento estratégico da sua empresa

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook