Gestão Empresarial

Dicas de gestão financeira: aprenda a fazer de forma eficaz!

By 16 de abril de 2015 No Comments
Dicas de gestão financeira

Compartilhe isso!

Saber como fazer uma boa gestão financeira de uma empresa é uma das habilidades mais importantes que um gestor precisa dominar.

Acontece que nem todos têm facilidade com números e muitos desconhecem os demonstrativos, indicadores financeiros e outros procedimentos importantes referentes a essa atividade.

A verdade é que abrir uma empresa não é uma coisa tão simples assim, como muitos pensam.

Ser empreendedor exige muito planejamento prévio por parte do empresário, além de uma postura ativa de controle do fluxo de caixa, por exemplo, a fim de que não aconteça nenhuma surpresa desagradável com a saúde de seu negócio.

Afinal, quem está no comando deve saber como administrar uma empresa financeiramente e monitorar com frequência e cautela os gastos e os ganhos que a empresa tem em seu dia a dia.

A boa notícia é que com o crescimento da empresa, essa atividade pode ser desempenhada por um novo sócio, um colaborador ou até mesmo terceirizada.

Mas, de qual quer forma, é fundamental que o líder do negócio saiba como fazer uma boa gestão empresarial e financeira. Caso contrário, não poderá supervisionar e monitorar essa área, para saber se está sendo bem gerenciada.

Então, que tal ver algumas dicas de gestão financeira para empresas e não falhar no controle de seu negócio? Acompanhe, neste post, tudo sobre gestão financeira de uma empresa.

Dicas de gestão financeira para empresas que todo empresário precisa conhecer

Selecionamos uma série de dicas bem didáticas e fáceis de absorver para que você possa aprender a fazer a gestão financeira passo a passo.

O importante é não achar que você vai dominar tudo sobre gestão financeira de uma empresa de uma hora para outra.

Leia nossas dicas de gestão financeira para empresas com calma. Então, assimile os ensinamentos e descubra se já não pratica algum dessas sugestões. Em seguida, crie uma lista de prioridades indicando a quais irá se dedicar primeiro.

Por fim, reúna uma equipe de colaboradores e crie um grupo de ação. Defina tarefas, responsáveis, recursos disponíveis e datas de entrega. Ouça a opinião de todos e faça-os sentir que fazem arte de um amissão importante.

Você verá que agindo de forma colaborativa e com um desafio na mãos, essa equipe se sentirá extremamente motivada para superar qualquer desafio.

1- Seja rigoroso com sua gestão financeira

Você já sabe que controlar seu fluxo de caixa é algo vital para a empresa. Porém, é importante manter a frequência ao utilizar essa ferramenta.

É necessário fazer registros e lançamentos com precisão, tanto nos valores quanto nas datas. Desse modo, você saberá sempre o quanto tem para receber ou pagar, e quando terá cada uma dessas ações pela frente.

Assim, pode-se fazer um adequado controle de estoque, analisar melhor os cenários, saber da necessidade de pegar empréstimos bancários, entre outros casos relacionados à boa saúde financeira do negócio.

2- Aprenda alguns conceitos básicos de finanças

Saber como fazer uma boa gestão financeira empresarial não depende apenas de força de vontade. Mas de conhecimentos sobre o que está sendo feito e do que se precisa fazer.

Para isso, vale a pena estudar e se familiarizar com alguns termos técnicos e conceitos básicos da ciência financeira.

Ainda que não seja você a pessoa destinada a cumprir a parte operacional das ferramentas financeiras que for utilizar, e isso fique a cargo de algum profissional interno ou empresa externa, é o gestor quem vai tomar as decisões mais importantes no negócio.

Portanto, ele deve se capacitar para entender os resultados do exercício e os lançamentos financeiros de seu empreendimento. Sem isso, estará agindo às cegas.

Mais no final desta portagem,você verá um alista de livros de gestão financeira que podem ajudar muito que deseja aprender seus principais conceitos.

Aliás, se você quer começar essa capacitação agora mesmo, então acompanhe este vídeo do SEBRAE, com 10 dicas infalíveis de gestão financeira para pequenos negócios:

3- Faça mais compras a prazo e menos à vista

Esta é uma das mais tradicionais dicas de gestão financeira. O segredo esta em tentar descobrir como seus fornecedores funcionam em relação às compras a prazo e aos pagamentos à vista.

Adquira os materiais de escritório e produtos de estoque sempre a prazo. Assim, a suas entradas podem acompanhar suas obrigações financeiras futuras e cobri-las com facilidade. E se houver promoções ou abatimentos de preços muito interessantes para as compras à vista, aí sim você deve aproveitar essas vantagens.

A regra é: venda à vista (sempre que possível), compre á prazo, quando for vantajoso.

4- Corte algumas despesas do negócio

Já que o gestor vai entender onde sua empresa gasta mais, dessa forma ele vai poder determinar se tais custos são realmente necessários ou excessivos.

Analise onde poderá diminuir os gastos. Mas lembre-se! Não se trata somente de uma questão de ter mais recursos, já que os gastos diminuirão, mas também de lançamentos a menos para se fazer nas planilhas e controles.

Ou seja, a gestão financeira será mais otimizada. Menos gastos, menos trabalho e mais recursos sobrando!

5- Vá mais fundo: crie um plano de redução de custos

Cortar alguns gastos aqui ou ali já é um primeiro passo importante. Mas o ideal para quem quer aprender mesmo como fazer uma boa gestão financeira empresarial e ir além e engajar sua equipe nessa tarefa.

Pense bem: é impossível que você conheça a fundo todas as áreas de seu negócio. Por isso, é preciso unir forças. Crie um time de redução de custos, uma equipe de excelentes colaboradores.

Ela deve englobar representantes de diversas áreas da empresa. Dessa forma, você conseguirá ideias diferentes, que talvez nunca tenha pensado. Quanto mais multidisciplinar for o grupo, melhores serão os resultados.

Deixe que discutam entre si, encontrem pontos de vista em comum e desenvolvam ações em conjunto. Afinal, é bem provável que algumas das ideias sejam complementares e necessitem de colaboração entre as áreas.

Quer implantar esse plano de ação agora mesmo em seu negócio?

Confira, então, este infográfico com um checklist para traçar um plano de redução de custos em uma empresa:

Dicas de gestão financeira

6- Separe suas finanças pessoais das finanças da empresa

Um erro comum que os empreendedores de pequenos e médios negócios cometem é misturar seu orçamento pessoal ou doméstico com o dinheiro que circula dentro de seu negócio. Isso nunca deverá acontecer!

As contas devem ser separadas. E, sob hipótese alguma, a conta da empresa deve pagar despesas dos empreendedores ou sócios. E vice-versa: nada de usar a conta pessoal para pagar obrigações de seu negócio.

Em suma: o empreendedor não deve cobrir as obrigações da empresa com dinheiro pessoal, nem fazer retiradas da empresa para quitar dívidas pessoais.

A empresa tem que ser tratada como uma entidade separada. Para isso, o gestor deverá estipular para si um pró-labore ou um salário pré-fixado, de acordo com a faixa de mercado para sua ocupação.

7- Conte com ajuda especializada em contabilidade

Além de ter um programa de gerenciamento financeiro para empresas para ajudar a entender como está a saúde financeira do negócio, vale muito a pena contar com a ajuda externa de uma empresa que seja especializada em soluções de gestão contábil.

Os profissionais dessa organização estarão mais capacitados não só para desempenhar um controle financeiro de alto nível, mas também para oferecer boas dicas de gestão financeira.

Com certeza, apresentarão sugestões ao gestor, de modo que ele consiga aprimorar sua gestão e ter mais base para a tomada de decisões importantes.

Fazer uma gestão financeira eficiente é muito mais do que apenas ser cuidadoso ao preencher suas planilhas e olhar o fluxo de caixa. Deve-se monitorar bem os dados financeiros e realizar bons programas de ação efetivos.

8- Atividades gerais da gestão financeira

As dicas de gestão financeira de uma empresa que apresentamos acima são bastante gerais e intuitivas.

Mas se você quiser se aprofundar mesmo no assunto, precisa desempenhar uma série de atividades essenciais, confira as principais:

Gestão financeira passo a passo:

  1. Fluxos de caixa
  2. Treinamento e desenvolvimento
  3. Necessidade de capital de giro
  4. Estrutura de capital
  5. Contas: classificação, controle e registros
  6. Planejamento financeiro
  7. Margem de lucro
  8. Contas a receber e contas a pagar
  9. Relatórios gerenciais

Dê uma olhada nesta representação gráfica das principais atividades da gestão financeira de uma empresa, criada pela Konsult:

Dicas de Gestão Financeira

Portanto se quiser realmente dominar esse tema, não deixe de se debruçar sobre livros e mesmo fazer cursos, nem que sejam online. Essa será a melhor maneira de gerir seu negócio sem cometer erros que podem comprometer sua lucratividade.

Confira algumas dicas de livros que vale a ena ler:

Com certeza, as dicas de gestão financeira de uma empresa podem fazer toda diferença na administração de seu negócio.

DICA EXTRA: Orçamento financeiro anual

Só de ouvir falar em mais essa dica de como fazer uma boa gestão financeira você sente calafrios? Calma! Selecionamos um vídeo que vai te ensinar, de forma bem didática, como fazer o planejamento financeiro anual de seu negócio:

Como você tem cuidado de sua gestão financeira? Conte-nos também o que achou das nossas dicas de gestão financeira. Deixe seu comentário participando da conversa!

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook