Gestão Empresarial

Como fazer valuation na sua empresa: passo a passo e exemplo

By 4 de junho de 2019 No Comments
Como fazer valuation

Compartilhe isso!

Quanto vale o seu negócio? Você sabe como fazer valuation?

Neste artigo você vai conferir os principais passos para calcular o valor da sua empresa. Fique com a gente e saiba o que fazer para negociar um preço justo da sua empresa.

Afinal, o que é valuation?

Antes de falarmos sobre como fazer valuation, é preciso compreender o que esse conceito significa.

Valuation é um termo utilizado no meio corporativo para se referir ao valor que uma empresa tem. Ou seja, se você fosse vender a sua empresa, quanto ela valeria?

Trata-se de um processo que ajuda o empresário a definir o preço do seu negócio. Essa prática serve tanto para quem quer vender a própria empresa quanto para aqueles que cogitam vender uma porcentagem para um novo sócio.

O valuation serve também para determinar qual o retorno que se espera de suas ações, bem como o valor que a empresa ganhou ou perdeu enquanto estava sob o seu comando.

O valuation ajuda a promover uma gestão mais eficiente e profissional, possibilitando conhecer o seu negócio com mais profundidade. Com ele, é possível também fazer uma análise a respeito dos pontos fortes e fracos da sua empresa, permitindo explorar o que tem dado certo e melhorar certos aspectos não tão positivos.

O valuation coloca um ponto final na cultura do achismo. Por meio dessa prática, passa-se a tomar decisões mais assertivas baseadas em dados mais concretos.

Com o valuation, os valores determinados para a compra de ações da sua empresa, por exemplo, passam a ser definidos com base em fatores tangíveis. Isso vale também para possíveis casos de litígios judiciais, em que os bens da sua empresa precisam ser divididos.

Ou seja, o valuation é uma prática de negócios que serve para:

  • Identificar os aspectos que agregam valor à sua marca;
  • Compreender as fragilidades que diminuem o valor do seu negócio;
  • Definir, de maneira mais precisa, o valor que pode ser investido na sua empresa;
  • Negociar porcentagens da empresa a partir de argumentos bem fundamentados;
  • Analisar o desenvolvimento dos negócios no decorrer dos anos;
  • Programar o crescimento da empresa a médio e longo prazo.

Este post também pode interessar a você: O que é orçamento base zero e porque aplicá-lo na empresa

Fluxo de Caixa Descontado: o principal método de valuation

Para saber como fazer valuation, é preciso antes compreender o método que nos levará a isso.

Teoricamente, o Fluxo de Caixa Descontado (FCD) é indiscutivelmente o método mais sólido de valuation. Nesse tipo de avaliação, calcula-se o valor de uma empresa hoje com base em projeções de quanto dinheiro essa empresa vai fazer no futuro, aplicando uma taxa de desconto.

Parece confuso, mas fica tranquilo que vamos te explicar tudo.

O método FCD oferece uma previsão do que a empresa é capaz de produzir no futuro. Se, por exemplo, você receber uma proposta de compra da sua empresa, é possível utilizar o FCD para calcular se o valor oferecido pelo comprador compensa, levando em consideração não só o momento atual do seu negócio.

Esse raciocínio parte de um princípio básico: o dinheiro de hoje vale mais que o de amanhã. Afinal, você prefere receber 100 reais hoje ou 100 reais daqui a 10 anos?

No caso do valor da sua empresa, o pensamento é o mesmo. O fluxo de caixa positivo tende a diminuir com o passar do tempo; dessa forma, aplica-se a taxa de desconto que mencionamos anteriormente. Daí o nome Fluxo de Caixa Descontado.

Outra coisa que vale a pena ressaltar sobre esse método é que quanto maior for o período de projeção, mais difícil e impreciso será o resultado. Por isso, recomenda-se que a base de cálculo do FCD seja de 5 a 10 anos.

Existem outras maneiras de com fazer valuation, confira neste quadro criado pela Investor:Como fazer valuation

Passo a passo de como fazer valuation

Como vimos anteriormente, o modelo metodológico mais utilizado para calcular o valuation de uma empresa é FCD. Por isso, elaboramos um passo a passo resumindo as etapas que você deverá seguir para fazer o cálculo do valor da sua empresa.

A fórmula que usaremos para calcular o valuation através do método FCD é a seguinte:

FCD = FC1 / (1+r)¹ + FC2 / (1+r)² + FC3 / (1+r)³ …

  • O FCD é a soma de todos os fluxos de caixa descontados futuros que a sua empresa deverá produzir.
  • FC é o fluxo de caixa total para um determinado ano. FC1 é para o primeiro ano, FC2 é para o segundo ano e assim por diante.
  • r é a taxa de desconto na forma decimal. A taxa de desconto é basicamente o percentual de lucro anual desejado para a sua empresa.

Guarde isso porque precisaremos dessa fórmula lá na frente.

Passo 1 – Calcule o histórico do seu fluxo de caixa

A primeira etapa do passo a passo de como fazer valuation consiste em calcular o fluxo de caixa de períodos anteriores. Ou seja, reúna todas as informações relacionadas às receitas e às despesas, às entradas e às saídas de caixa.

Esse passo é importante para que se consiga analisar o potencial de lucro da sua empresa, o que será fundamental para as próximas etapas. Por isso, quanto mais longe você conseguir no histórico do FC, melhor.

Passo 2 – Projete o fluxo de caixa

Com base em todos os dados do histórico do seu fluxo de caixa, é chegada a hora de projetar as suas finanças para um prazo de 5 a 10 anos.

Você deverá utilizar como parâmetro a média das variações percentuais das despesas e das receitas em anos anteriores.

Procure ser o mais realista possível nas suas projeções, evitando projetar algo otimista demais e extremamente deslocado da realidade do seu histórico.

Passo 3 – Calcule a taxa de desconto

Calcular a taxa de desconto, também conhecida como WACC, é o terceiro passo de como fazer valuation pelo método FCD.

A taxa de desconto é a responsável por definir o valor presente do seu negócio. Na hora de estabelecer essa taxa, é preciso levar em consideração os riscos inerentes às atividades do seu negócio e as demais oportunidades de investimento, as quais podem ser mais vantajosas para um potencial comprador.

Se, por exemplo, uma pessoa quer investir comprando a sua empresa consegue um retorno anual de 13% aplicando no Tesouro Direto, ele não vai querer arriscar o dinheiro dele na sua empresa se ela render menos que isso. Para ele vai ser mais vantajoso aplicar todo o dinheiro no Tesouro Direto em vez de comprar a sua empresa.

Nesse caso, a sua taxa de desconto deve ser superior a 13%.

Passo 4 – Calcule o valor presente do Fluxo de Caixa Projetado

Por fim, é hora de calcular o valor presente e somar tudo usando aquela fórmula que citamos lá no começo.

O resultado da soma de todos os fluxos de caixa, aplicando a taxa de desconto, será o valuation da sua empresa.

Leia também: Exemplos de indicadores de produtividade: confira 8 e ponha sua empresa em ritmo acelerado

Exemplo prático

Para ficar ainda mais claro como fazer valuation da sua empresa, confira o seguinte exemplo prático.

Suponhamos que atualmente a sua empresa produza um fluxo de caixa de 100.000 reais por ano e que a previsão de crescimento anual, tendo em vista as análises feitas em períodos anteriores, seja de 3%.

Em 2019, a sua empresa renderá 100.000 reais. Em 2020, então, esse valor passará para 103.000 reais. No ano seguinte, 106.090 reais. E assim por diante.

Retomando o exemplo citado no Passo 3, ficou decidido que a sua taxa de desconto será de 15%.

Agora, vamos à equação:

FCD = 100.000 / (1 + 0.15)¹ + 103.000 / (1 + 0.15)² + 106.090 / (1 + 0.15)³

Essa é a soma de todos os fluxos de caixa futuros descontados, e é o valor máximo que o seu potencial comprador deverá pagar pelo seu negócio hoje se ele quiser obter um retorno de 15% ao ano.

Os numeradores representam os fluxos de caixa anuais esperados, que neste caso começam em 100.000 reais no primeiro ano e depois crescem em 3% ao ano.

Os denominadores convertem esses fluxos de caixa anuais em seu valor presente, uma vez que os dividimos por 15% ao ano.

Ou seja:

2019

  • FC Atual: R$ 100.000
  • FCD: R$ 86.957

2020

  • FC Atual: R$ 103.000
  • FCD: R$ 77.883

2021

  • FC Atual: R$ 106.090
  • FCD: R$ 69.756

2022

  • FC Atual: R$ 109.273
  • FCD: R$ 62.473

2023

  • FC Atual: R$ 112.551
  • FCD: R$ 55.958

Mesmo que os fluxos de caixa esperados continuarão crescendo, as versões descontadas desses fluxos de caixa diminuirão com o tempo, porque a taxa de desconto é maior que a taxa de crescimento.

Por exemplo, em 2023 você deverá receber R$ 112.551 em fluxos de caixa reais, mas isso valeria apenas R$ 55.958 hoje. Isso porque se você tivesse R$ 55.958 hoje e pudesse aumentá-lo em 15% ao ano por 5 anos seguidos, você o teria transformado em R$ 112.551 após esses cinco anos.

Como a taxa de desconto (15%) que estamos aplicando é muito maior que a taxa de crescimento dos fluxos de caixa (3%), as versões descontadas desses fluxos de caixa futuros encolherão e diminuirão a cada ano até chegarem a zero.

Portanto, embora a soma de todos os fluxos de caixa futuros seja potencialmente infinita, a soma de todos os fluxos de caixa descontados, pelo menos nesses 5 anos de projeção, é de apenas R$ 353.027.

Essa, então, é a resposta chave para a pergunta original: R$ 353.027 é o máximo que o seu comprador deverá pagar pelo seu negócio.

Ufa! Espero que tenha ficado claro para você o passo a passo de como fazer valuation da sua empresa. Mas, como você pôde perceber, esta é uma tarefa um pouco complexa e que demanda tempo, atenção e dedicação. Por isso, talvez seja mais interessante que você contrate um consultor de negócios para te ajudar nessa missão.

Veja também: 5 tipos de consultoria financeira para deixar cada detalhe das finanças da empresa em ordem

Quer mais dicas de como fazer valuation de sua empresa? Então, confira este vídeo produzido pela Endeavor Brasil:

Felizmente, a Setting Consultoria conta com uma equipe de especialistas altamente capacitados e que terão o prazer em auxiliar neste e em outros assuntos.

A Setting trabalha com foco no cliente e na excelência, sempre tomando decisões baseadas em fatos.

Quer saber como fazer um diagnóstico completo de seu negócio? Então, baixe nosso e-book gratuito: Por dentro do diagnóstico empresarial

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook