Estratégia

Modelos de gestão organizacional: qual é o mais adequado para a sua empresa?

By 26 de março de 2020 No Comments
Modelos de gestão organizacional

Compartilhe isso!

Gerenciar um negócio exige definir um modelo de gestão adequado aos seus objetivos e ao DNA da organização.

Assim, a gestão organizacional de uma empresa é determinante para que ela consiga alcançar altos níveis de excelência, conquistar a preferência do público e se tornar mais competitiva.

Nesse sentido, existem diferentes tipos de gestão organizacional que a empresa pode adotar. E é sobre eles que falaremos neste artigo.

Nas próximas linhas, você vai entender o que é gestão organizacional, quais são os principais modelos de gestão organizacional e quais ferramentas de gestão organizacional você pode implementar na sua empresa.

Por isso, continue a leitura e saiba qual tipo combina melhor com o seu negócio. Dessa forma, você poderá alcançar os melhores resultados.

Este post também pode interessar a você: Vantagens e desvantagens do Balanced Scorecard: tudo o que você precisa saber antes de aderir a essa ferramenta de gestão

O que é gestão organizacional?

Podemos definir o que é gestão organizacional como um conjunto de práticas e estratégias que conduzem um modelo de negócios a resultados positivos.

Cabe à gestão organizacional definir processos e promover o controle e a devida alocação de recursos, sejam eles financeiros, materiais, tecnológicos ou humanos. A gestão, quando bem executada, é o que mantém a empresa funcionando de maneira organizada e em harmonia.

É por meio de uma gestão de alto nível que a empresa consegue se tornar mais competitiva, produtiva e sustentável.

Há diferentes tipos de gestão organizacional e a escolha do mais adequado vai depender de uma série de fatores e particularidades da empresa.

4 modelos de gestão organizacional

Confira a seguir 4 exemplos de modelos de gestão organizacional e veja qual se adequaria melhor ao seu negócio.

1 – Gestão por Resultados

A Gestão por Resultados tem como base as metas e os objetivos da organização, os quais devem estar de acordo com o planejamento estratégico.

A ideia desse modelo de gestão é envolver líderes e liderados na definição e na busca por resultados previamente estabelecidos. Tais resultados devem ser monitorados constantemente.

Nesse tipo de gestão, o resultado alcançado é mais importante do que o método utilizado para alcançá-lo. Os objetivos, que são o foco da Gestão por Resultados, são definidos para os diferentes níveis organizacionais.

Outra característica desse modelo de gestão se refere aos feedbacks. Periodicamente, o desempenho das equipes passa por uma revisão, na qual é feita uma comparação entre os resultados obtidos e aqueles planejados. Assim, é possível fazer as melhorias necessárias

Na Gestão por Resultados, líderes e liderados sabem exatamente o que é esperado deles. Isso ajuda a evitar que eles percam o foco dos objetivos estabelecidos e se sintam mais engajados e motivados.

Saiba mais: O que é gestão por resultados e como desenvolvê-la?

2 – Gestão Democrática

Na Gestão Democrática, os colaboradores participam dos processos de tomada de decisão e estão envolvidos ativamente na definição de estratégias.

Esse modelo de gestão considera o capital intelectual da empresa, buscando construir um relacionamento mais próximo com os colaboradores

Para que ocorra a participação dos funcionários nos processos de decisão, a empresa precisa estar bem segura em relação à capacidade técnica e ao discernimento de seus colaboradores.

Na Gestão Democrática, os colaboradores são colocados frente a um determinado problema e, com base na missão, na visão e nos valores organizacionais, precisam encontrar uma solução criativa.

Comunicação e transparência são aspectos indispensáveis nesse modelo de gestão, o qual tende a motivar mais os colaboradores e aflorar a sensação de pertencimento à organização.

Veja mais: Conheça os Estilos de gestão empresarial mais usados nas organizações

Além da gestão por processos, é preciso entender também como funciona a gestão de processos, por isso, vale a pena assistir a esta aula de Marco Ferrari:

3 – Gestão por Processos

A Gestão por Processos tem como foco a melhoria constante dos processos organizacionais. A empresa que adota esse modelo busca monitorar e avaliar o desempenho dos processos e padronizá-los, além de sempre identificar e implementar as melhores práticas.

Nesse tipo de gestão, busca-se também melhorar o relacionamento entre os diferentes setores da empresa, sistematizar os fluxos de trabalho e reduzir custos.

Ao mapear e disponibilizar informações relevantes sobre os processos, a intenção é torná-los mais fluidos, transparentes, eficientes e devidamente alinhados aos objetivos organizacionais.

Com foco na melhoria contínua dos processos, a empresa consegue oferecer produtos e serviços com alto nível de qualidade.

Leia também: O que é gestão por processos, um diferencial competitivo sustentável que toda empresa deve construir

4 – Gestão Centralizada

Se no modelo anterior o poder decisório era compartilhado, aqui a decisão se concentra na figura do líder.

Na Gestão Centralizada, o gestor é o centro de tudo. É ele quem define as metas, delega as responsabilidade, faz o controle do desempenho, fornece feedback e decide sobre tudo.

Apesar de parecer um pouco radical, esse tipo de gestão é muito recomendado quando a equipe é composta por profissionais pouco experientes ou pouco qualificados. Assim, cabe ao gestor tomar as rédeas e guiar os colaboradores.

Vale a pena ler: E se não houvesse hierarquia nas organizações?

BÔNUS: infográfico gestão por competências!

Se você está procurando mais um modelo de gestão que se encaixe em sua organização, então conheça a gestão por competências e suas vantagens:

Gestão por competência

Ferramentas de gestão organizacional

Para implementar esses modelos de gestão organizacional, existem algumas ferramentas que podem otimizar as rotinas de trabalho. São elas:

A escolha dos modelos de gestão organizacional vai depender de diferentes fatores, principalmente dos objetivos estratégicos da sua empresa. Sendo assim, não existe um tipo ideal de gestão.

Portanto, faça um diagnóstico da sua empresa e avalie bem qual opção das 4 quatro que citamos aqui é a mais adequada para o seu negócio.

Confira em nosso blog: 15 livros de gestão empresarial que tem que fazer parte de sua biblioteca

A Setting é uma empresa de consultoria que usa a visão sistema baseada em fatos e, assim, entrega valor e resultados para o seu negócio.

Se você quer definir o melhor modelo de gestão para sua empresa, então conte com a Setting para fazer um diagnóstico, encontrar oportunidades de melhoria e definir as estratégias mais adequadas.

E se você está pensando em mudar seu modelo de negócio e gestão empresarial, baixe nosso e-book gratuito: Modelo de Negócio – Como e quando mudar?

Vera Maria Stuart Secaf

Author Vera Maria Stuart Secaf

Sócia e Consultora sênior, atua há mais de 20 anos na gestão em organizações de diversos portes e setores. Ministrou aulas nos cursos de pós graduação da FUPAM, FEA/USP, FGV in Company e ANBIMA. Vera é administradora de empresas com MBA na Fundação Dom Cabral e Kellogg e Master em Governança na Nova Economia pelo GoNew Economy.

More posts by Vera Maria Stuart Secaf

Comentários no Facebook