Estratégia

Inteligência Competitiva: conceito, benefícios, ferramentas e 3 exemplos práticos para se inspirar

By 23 de julho de 2019 No Comments
Inteligência Competitiva

Compartilhe isso!

Se o seu objetivo é se destacar e obter uma vantagem competitiva, conhecer bem seus concorrentes e as particularidades do mercado em que a sua empresa está inserida é fundamental.

Nesse sentido, a Inteligência Competitiva (IC) se tornou a arma secreta de gestores e empresários que buscam acelerar o crescimento da empresa e melhorar sua performance.

Ficou curioso para saber mais sobre essa tal arma secreta? Então continue a leitura e entenda o que é Inteligência Competitiva. Veja também seus principais benefícios, ferramentas e exemplos para se inspirar e colocar em prática na sua empresa.

Leia também: Inovação na Indústria: tendências para 2019

O que é Inteligência Competitiva?

A Inteligência Competitiva é uma prática que consiste em coletar, analisar e gerenciar informações sobre os concorrentes que podem afetar os planos, decisões e operações de sua empresa. Assim, seu objetivo é identificar e avaliar as estratégias da concorrência e antecipar suas ações.

Em outras palavras: a IC também pode ser definida como o processo de aumentar a competitividade da sua empresa por meio de uma compreensão maior dos seus concorrentes e do ambiente competitivo. É o monitoramento intencional e coordenado dos seus concorrentes.

Especificamente, é a coleta e análise legal de informações sobre as capacidades, vulnerabilidades e intenções dos concorrentes do negócio, conduzidas usando bancos de dados e outras “fontes abertas”.

A IC permite que gestores de empresas de todos os portes tomem decisões informadas sobre tudo. Desde marketing e táticas de investimento até estratégias de negócios de longo prazo.

O conhecimento dos projetos e do know how de seus concorrentes lhe dá uma vantagem para continuar melhorando, para que você possa diferenciar sua empresa. Dessa forma, com a abordagem da Inteligência Competitiva, você ajuda seu negócio a obter informações relevantes e monitorar os concorrentes.

Assim, essas informações podem servir como uma ferramenta útil para planejar suas próprias decisões de negócios no futuro.

Ciclo da Inteligência Competitiva

No livro Estratégias Comprovadas em Inteligência Competitiva: lições das trincheiras, John F. Prescott e Stephen H. Miller definem o Ciclo da IC em 5 etapas.

Mas esse ciclo deve ser adaptado à realidade de cada empresa. Veja esta representação do Ciclo de Inteligência Competitiva:

Etapa 1 – Identificação das Necessidades

Nesta etapa, procura-se identificar e compreender quais as necessidades da empresa em relação ao uso de Inteligência Competitiva.

Etapa 2 – Criação da Base de Conhecimento

Aqui define-se qual será a fonte das informações a serem coletadas e analisadas para futura utilização.

Etapa 3 – Coleta

Neste terceiro momento do Ciclo, todos os dados considerados relevantes são coletados. A intenção é atender às demandas identificadas na Etapa 1.

Etapa 4 – Análise e Produção

Parte crucial do Ciclo, é na Etapa 4 que os dados coletados são transformados, de fato, em Inteligência. É aqui que os dados passam a fazer sentido para a organização e os insights começam a ser gerados.

Etapa 5 – Disseminação

Na etapa de disseminação, os produto de IC (relatórios, boletins, blog posts, vídeos, gráficos, etc) são entregues aos tomadores de decisão ou partes interessadas. Nesta etapa final, é necessário que a disseminação esteja adequada à realidade de cada usuário final do produto.

Este post também pode interessar a você: O que é a transformação digital nas empresas

Confira este infográfico que resume o ciclo de inteligência competitiva:

inteligência competitiva

Ciclo de inteligência competitiva

Quais os benefícios da Inteligência Competitiva?

Para entender melhor o que é Inteligência Competitiva, vamos falar agora dos principais benefícios dessa prática para os negócios.

Como vimos anteriormente, a Inteligência Competitiva pode ser utilizada para melhorar diferentes aspectos do seu negócio. Como marketing, vendas, recursos humanos, finanças, tecnologia da informação, logística, etc.

De um modo geral, pode-se dizer que o principal benefício da IC é a possibilidade de melhorar o direcionamento estratégico da sua empresa, tornando-o mais claro e objetivo.

Além disso, a IC permite que você obtenha valiosos insights que podem beneficiar a sua organização.

Confira abaixo uma lista de vantagens que o uso de IC pode oferece ao seu negócio:

Marketing

  • Tome nota do conteúdo que seus concorrentes publicam. Isso pode fornecer informações sobre qual conteúdo se identifica mais com seu público e em quais mídias seu concorrente está investindo mais recursos.
  • Analise as palavras-chave do seu setor e veja quais delas carecem de conteúdo relevante. Em seguida, ofereça esse conteúdo em blog posts.
  • Analise as mensagens e o posicionamento de seus concorrentes para criar campanhas que se destaquem no mercado.
  • Analise como seus concorrentes estão interagindo com os consumidores e utilize seus esforços de marketing para fortalecer a relação da sua marca com o público.

Veja em nosso blog: 12 perguntas para fazer um Diagnóstico de Marketing certeiro

Recursos Humanos

  • Analise quais áreas do negócio do seu concorrente estão se expandindo com base nas listas de empregos para planejar melhor seus próprios planos de crescimento.
  • Analise as avaliações de funcionários e ex-funcionários e obtenha insights sobre contratação e retenção dos melhores talentos para sua equipe.
  • Acompanhe o índice de rotatividade de funcionários da concorrência e compare com o seu para saber em que pontos o seu RH pode melhorar.

Veja também: Saiba o que é planejamento estratégico de gestão de pessoas

Finanças

  • Saiba quais investimentos bem-sucedidos os seus concorrentes fizeram recentemente e avalie se vale a pena fazer o mesmo na sua empresa.
  • Analise as estratégias de redução de custos da concorrência e determine quais é possível replicar no seu negócio.

Leia mais: Como fazer um planejamento financeiro de uma empresa em 6 passos

Produto

  • Analise as atualizações de produto da concorrência e identifique quais lacunas no mercado você poderia preencher.
  • Utilize matrizes competitivas para avaliar onde você está no mercado em relação a fatores como inovação e satisfação do cliente em relação ao seu produto.
  • Identifique os pontos fortes e fracos dos produtos de seus concorrentes.
  • Reúna informações para criar uma comparação competitiva capaz de beneficiar tanto a estratégia da equipe de produto quanto para a equipe de vendas.
  • Analise os preços e a embalagem dos produtos de seus concorrentes para ver como você se compara e por que existem diferenças entre cada solução.

Com ajuda da inteligência competitiva você pode ter os insights necessários para iniciar um processo de inovação e lançar novos produtos no mercado.

Você conhece as etapas do processo de inovação? Então, confira este infográfico:

inteligência competitiva

Etapas do processo de inovação

Saiba mais: Passo a passo: 5 principais etapas do processo de inovação

5 ferramentas de Inteligência Competitiva

Entender seu cenário competitivo exige uma pesquisa de mercado aprofundada. No entanto, existem algumas algumas ferramentas de Inteligência Competitiva que podem te ajudar  entender melhor seus concorrentes sob diferentes aspectos.

Conheça algumas delas.

1 – Crunchbase

O Crunchbase é recomendado para quando você precisar de uma rápida visão geral de um concorrente e informações financeiras sobre ele, como tendências de estoque, investimentos, aquisições, etc.

2 – Owler

O Owler é recomendado para quando você precisar identificar quem são seus concorrentes em potencial e como você se compara a eles.

Essa ferramenta permite que você visualize um resumo de todos os principais detalhes de sua concorrência. Assim, é possível compará-los para identificar facilmente os concorrentes diretos, indiretos e emergentes em seu mercado.

3. Talkwalker

Se você está a procura de uma alternativa para o Google Alerts, o Talkwalker é uma boa opção. Ele serve para acompanhar as notícias dos concorrentes ou comparar as conversas nas mídias sociais relacionadas à sua marca ou a um concorrente.

O Talkwalker permite que você capture não apenas o que seus concorrentes estão fazendo e dizendo, mas também o que está sendo dito sobre eles em vários canais.

4 – SpyFu

O SpyFu é indicado caso você queira melhorar seu tráfego de pesquisa on-line e entender como você se compara à sua concorrência em relação a esse aspecto.

5 – Owletter

Para encerrar os nossos exemplos de ferramentas de Inteligência Competitiva, temos o Owletter. Trata-se de uma ferramenta que tem como objetivo monitorar o e-mail marketing dos concorrentes.

Com o Owletter, é possível estudar como seus concorrentes estão usando o marketing por e-mail. Saiba com que frequência eles enviam e-mails, em que dias e se a agenda de e-mails muda sazonalmente.

Esta ferramenta também tem um recurso útil que armazena todos os seus e-mails. Dessa forma, toda a equipe possa acessá-los para revisão durante as sessões de estratégia.

Leia também: 4 ferramentas de diagnóstico organizacional e como usá-las

3 exemplos de Inteligência Competitiva

1 – Passagens aéreas

O setor de companhias aéreas é um ótimo exemplo de como a Inteligência Competitiva está sendo usada na prática. Todos os dias, as companhias aéreas estão mudando os preços de suas passagens com base em várias informações externas.

Por exemplo, se todos os concorrentes aumentassem seu preço para uma determinada rota, uma companhia rapidamente faria o mesmo para garantir margens mais altas. Além disso, as informações do cliente são freqüentemente usadas para ajustes de preços.

Ao identificar e rastrear usuários específicos, as empresas aéreas podem detectar quando um cliente em potencial está procurando repetidamente os mesmos detalhes de voo e aumentar os preços ao longo do tempo, pois podem ter certeza de que realmente desejam voar nessas datas.

2 – Startups

As startups também são exemplos fantásticos de Inteligência Competitiva, pois usam esse tipo de informação para interromper os mercados. Enquanto as empresas tradicionais têm orçamentos mais altos, as startups geralmente conseguem superá-las em segmentos de nicho específicos.

Concentrando-se em um campo e processamento específicos, reagindo e adaptando-se rapidamente às percepções da Inteligência Competitiva, os donos de startups podem entender melhor os pontos problemáticos do cliente e fornecer soluções superiores.

Pense no Airbnb e como eles conseguiram alavancar a tecnologia, a mudança sociodemográfica e os insights do consumidor para “atrapalhar” a indústria hoteleira tradicional.

3 – Análise do esporte

O último item da nossa lista de exemplos de Inteligência Competitiva vem do esporte.

A indústria esportiva é uma das mais competitivas do mundo e, recentemente, a capacidade de processar e interpretar dados externos tem sido um grande fator de sucesso para organizações em todo o mundo.

Basta pensar em Billy Beane levando o time de beisebol Oakland Athletics a níveis de sucesso sem precedentes, apesar de operar sob um dos orçamentos mais baixos da liga.

Você assistiu a esse filme? Então, confira o trailer:

Outros bons exemplos de inteligência competitiva podem ser encontrados no mundo do futebol, onde equipes como Sevilla FC e Southampton FC fazem milagres todos os anos, apesar de seus orçamentos. A razão pela qual eles superam seus orçamentos é que eles se destacam na obtenção de novos dados (scouting) e insights (análises) e efetivamente distribuem essas informações entre suas equipes de gerenciamento.

Agora que você já sabe tudo sobre Inteligência Competitiva, que tal implementar essa estratégia no seu negócio?

A Setting é uma empresa de consultoria que emprega uma visão sistêmica, valorizando a excelência, o foco no cliente e as pessoas. Assim, desenvolve as melhores estratégias para criação de valor e atingimento de resultados em seu negócio.

Quer entender melhor como tudo isso aliado a inteligência competitiva pode ajudar a sua empresa? Então, baixe nosso e-book gratuito: o GUIA parta fazer o planejamento estratégico de sua empresa 

Jorge Secaf Neto

Author Jorge Secaf Neto

Sócio fundador da Setting Consultoria e Gestão Empresarial e Conselheiro Certificado IBGC, atua como Conselheiro, Consultor Sênior ou assume responsabilidade executiva (interim manager) em organizações que buscam transformação. Graduado em engenharia civil (Mackenzie), pós-graduado em engenharia de produção (Politécnica), possui formação executiva por meio de cursos de longa duração em instituições de renome no Brasil e no exterior (Fundação Dom Cabral; Kellogg; INSEAD; Harvard). Atuou como examinador do Prêmio Nacional da Qualidade por 10 ciclos e tem seus principais interesses acadêmicos e profissionais vinculados à educação executiva e à busca pela excelência em governança e gestão organizacional.

More posts by Jorge Secaf Neto

Comentários no Facebook