Estratégia

Exemplos da ferramenta BSC: 3 casos de uso do Balanced Scorecard para se inspirar

By 24 de janeiro de 2020 No Comments
Exemplos da ferramenta BSC

Compartilhe isso!

Criado por Robert Kaplan e David Norton em 1992, o Balanced Scorecard (BSC) é uma metodologia de gestão estratégica muito utilizada por empresas do mundo todo. Por meio dela, é possível compreender melhor o negócio sob perspectivas que vão além do ponto de vista das finanças, o que permite traçar objetivos mais condizentes com a realidade da empresa.

Neste artigo, vamos explicar o que é o método BSC e como ele funciona. Continue a leitura para conferir também 3 casos de uso da ferramenta Balanced Scorecard na prática e se inspirar em exemplos que deram certo.

Leia também: Balanced Scorecard: como fazer um mapa estratégico BSC em 4 passos

O que é e como funciona o Balanced Scorecard?

Como bem adiantamos na nossa introdução, o Balanced Scorecard é uma ferramenta de caráter estratégico para a gestão de uma empresa.

Com o BSC, é possível traçar metas e objetivos que estejam em consonância com a realidade da empresa. Além disso, o Balanced Scorecard auxilia os gestores na definição das ações necessárias para alcançar tais objetivos e na escolha dos indicadores de desempenho.

Para tanto, o método BSC entende que a estratégia gira em torno de 4 perspectivas. São elas:

1. Perspectiva financeira

Sob a perspectiva financeira, a estratégia organizacional se refere a ações com foco na rentabilidade do negócio. Ou seja, a empresa está sendo capaz de gerar lucro?

Nessa perspectiva, os indicadores de desempenho que geralmente são utilizados para acompanhar a efetividade das ações são:

  • Retorno sobre Investimento (ROI);
  • Margem de lucro;
  • Volume das vendas;
  • Custos operacionais.

2. Perspectiva do cliente

As estratégias orientadas à perspectiva dos clientes se referem a maneira com que eles percebem a empresa e se relacionam com ela e com seus produtos.

Por isso, é muito importante traçar iniciativas e indicadores de desempenho voltados a:

  • Satisfação do cliente;
  • Participação da empresa no mercado;
  • Aquisição de novos clientes;
  • Controle da evasão de clientes.

Dessa forma, deve-se definir que aspectos do negócio precisam ser realizados adequadamente para satisfazer os cliente e, assim, atingir os objetivos da perspectiva financeira.

3. Perspectiva dos processos internos

A perspectiva dos processos internos na estratégia organizacional se refere às operações responsáveis pela entrega de valor aos clientes.

Ou seja, aqui estamos falando de produtividade, qualidade dos produtos, índice de falhas etc. Assim, é preciso definir o que precisa ser bem feito nos processos internos dos negócio pata que sejam atendidos os requisitos da perspectiva dos clientes.

4. Perspectiva de aprendizado e crescimento

Esta quarta e última perspectiva tem a ver com a capacidade da empresa de agregar conhecimento e de transformar suas experiências em fonte de aprendizado para fomentar seu desenvolvimento. Só assim os colaboradores terão condições de realizar os processos internos como desejado.

Os indicadores mais comumente utilizados para as avaliar as estratégias dessa perspectiva são:

  • Quantidade de treinamentos realizados;
  • Quantidade de colaboradores treinados;
  • Taxa de erros reincidentes;
  • Total de profissionais com curso superior completo.

Caso você queira mais informações sobre como definir os indicadores do BSC, então assista a este vídeo do Sebrae:

Saiba mais: Você sabe o que é BSC? Confira a definição e as vantagens para os negócios

3 exemplos da ferramenta BSC na prática

Chegou a hora de falarmos dos casos de uso da ferramenta Balanced Scorecard. Mas, antes de citarmos os 3 exemplos da ferramenta BSC, é importante salientarmos que a análise BSC se dá a partir da construção de um mapa estratégico.

É nesse mapa que ficarão esquematizados os objetivos, as estratégias e os indicadores de desempenho de cada uma das quatro perspectivas.

Assim, por meio de uma visualização mais gráfica, amplia-se a capacidade dos gestores de acompanhar os resultados das ações e propor as melhorias necessárias.

Agora sim vamos aos exemplos da ferramenta Balanced Scorecard.

1 – Hospital de Base do Distrito Federal

O primeiro item da nossa lista de exemplos da ferramenta BSC é o mapa estratégico elaborado pelo Hospital Base do Distrito Federal.

Conforme você pode observar na imagem acima, a perspectiva financeira foi substituída pela perspectiva da “gestão e dos resultados institucionais”. Não é incomum que esse tipo de mudança aconteça, pois a estratégia de uma instituição pode não estar relacionada a aspectos do planejamento financeiro da empresa.

Se você reparar no mapa de baixo para cima, vai perceber algumas setas que conectam as estratégias e seguem em direção aos resultados institucionais. Esse é um padrão que se repete nos exemplos a seguir.

2 – Sabesp

Neste segundo item da nossa lista de casos de uso da ferramenta BSC, temos o exemplo do mapa estratégico desenvolvido pela Sabesp, que é a companhia de saneamento do estado de São Paulo.

Aqui temos as 4 perspectivas, incluindo a financeira. Repare que as setas seguem de baixo para cima, assim como no exemplo anterior. Isso significa que alcançar os objetivos da perspectiva financeira depende também das estratégias direcionadas às outras perspectivas.

Por exemplo, para “Buscar a rentabilidade” é necessário “fidelizar o cliente”, “inovar nas relações comerciais desenvolvendo novos negócios” e “revolucionar a gestão de empreendimentos”.

3 – Santa Casa de Arapongas

Encerrando a nossa lista de exemplos da ferramenta Balanced Scorecard, temos o caso da Santa Casa de Arapongas.

Este é mais um dos casos de uso da ferramenta BSC em que tudo leva ao alcance dos objetivos financeiros.

  • Para aumentar as receitas é necessário atrair mais pacientes.
  • Se deseja atrair mais pacientes, é preciso criar e entregar valor para eles.
  • Para entregar valor é necessário desenvolver o capital humano.

Como você pôde perceber nos nossos exemplos da ferramenta BSC, a definição dos objetivos e estratégias da perspectiva financeira leva a definição das demais perspectivas.

Ou seja, o que o método Balanced Scorecard propõe é olhar para o negócio de maneira mais ampla, sem focar apenas nos resultados financeiros.

Utilize os exemplos da ferramenta BSC que citamos aqui para se inspirar e crie o quanto antes um mapa estratégico para o seu negócio.

Veja mais: Como fazer um mapa estratégico: 8 passos para criar um diagrama completo para a sua empresa

A Setting é um empresa de consultoria com foco em resultados e na satisfação do cliente, por isso, usa uma metodologia sistêmica, baseada em fatos. Assim, ajuda sua empresa a criar e entregar valor, por meio de uma troca de conhecimentos ética e totalmente transparente.

Se você quer se aprofundar ainda mais em metodologias de planejamento estratégico, então, baixe nosso e-book gratuito: GUIA para fazer o planejamento estratégico de sua empresa

Vera Maria Stuart Secaf

Author Vera Maria Stuart Secaf

Sócia e Consultora sênior, atua há mais de 20 anos na gestão em organizações de diversos portes e setores. Ministrou aulas nos cursos de pós graduação da FUPAM, FEA/USP, FGV in Company e ANBIMA. Vera é administradora de empresas com MBA na Fundação Dom Cabral e Kellogg e Master em Governança na Nova Economia pelo GoNew Economy.

More posts by Vera Maria Stuart Secaf

Comentários no Facebook