Estratégia

Conheça as 5 etapas do processo de inovação e deixe sua empresa à frente da concorrência

By 12 de fevereiro de 2019 No Comments
etapas do processo de inovação

Inovação: o quanto isso significa para a sua empresa?

De acordo com uma recente pesquisa realizada pela Ancona Consultoria Inteligência Estratégica, 58% dos empreendedores entrevistados acreditam que, para se manterem competitivos no mercado, precisam de mudanças inovadoras.

Ainda sobre o estudo, intitulado “Como enfrentar o momento atual”, 68% disseram que inovação significa criar condições práticas para inovar. 72% dizem que promover um processo de inovação exige abrir a cultura da empresa para outros caminhos.

Outros dados incluem a percepção, para 30% dos pesquisados, de que inovação pode gerar despesas e investimentos. E apenas 21% disseram fazer processos de seleção voltados a perfis inovadores.

Segundo Paulo Ancona, sócio-diretor da consultoria que realizou a pesquisa, as respostas ao levantamento não são tão otimistas, uma vez que inúmeras empresas ainda não sabem exatamente como implementar etapas do processo de inovação para efetivamente colocá-lo em prática.

Internacionalmente, a consultoria Accenture mostrou que 96% dos líderes de negócios entrevistados por sua pesquisa “Inovação nos EUA: Visão clara, execução nublada” (US Innovation Survey: Clear Vision, Cloudy Execution) já acreditam que o sucesso de longo prazo da empresa depende do desenvolvimento de novas ideias.

Assim como 87% dos executivos acreditam que a inovação resultou em um bom retorno sobre investimento.

Ainda assim, 82% não fizeram uma distinção entre as inovações e seus ganhos incrementais de desempenho. Segundo a consultoria, 72% das empresas não permitem que inovações sigam adiante porque não há um processo formalizado ou um ambiente organizacional propício para esse tipo de iniciativa.

Confira 2 interessantes infográficos apresentados na pesquisa!

SMAC são algumas tecnologias que quem quiser inovar precisará delas para ter as capacidades adequadas para isso.

SMAC significa:

  • Social
  • Mobile
  • Analytcs
  • Cloud

etapas do processo de inovação DARQ é outro conjunto de tecnologias fundamentais para empresas inovadoras.

DARQ significa:

  • Distributed Ledger Technology (blockchain)
  • Artificial Intelligence
  • Reality – Virtual ou Aumentada
  • Quantum Computing (uso de princípios de física quântica na computação)

etapas do processo de inovação

Confira em nosso blog: 4 dicas para promover a inovação nas empresas

Reflita: você conhece mesmo as etapas do processo de inovação?

O que a pesquisa acima – e tantas outras sobre inovação – nos mostram, é que, embora a importância do termo seja de conhecimento de inúmeras empresas, poucas sabem de fato as etapas do processo de inovação.

E de que adianta pensar em novas ideias para a sua empresa, se não souber como executá-las?

Sabemos que empreender no Brasil está longe de ser uma tarefa simples. Mas, uma vez que você conhece as etapas do processo de inovação, poderá criar oportunidades e soluções importantes para a sua empresa, de forma a continuar se movimentando e crescendo de maneira sustentável.

As 5 etapas do processo de inovação

A verdade é que somente um processo de inovação eficaz é capaz de fazer com que o termo não seja apenas uma aspiração isolada de um gestor ou de um funcionário da equipe.

A inovação deve fazer parte da cultura da empresa e resultar em ações reais e que melhorem os resultados do negócio.

Veja com mais detalhes as 5 principais etapas do processo de inovação!

Saiba mais: O que é cultura de inovação e 6 dicas precisas para implementá-la em sua empresa

1- Descoberta e mobilização

A primeira das etapas do processo de inovação está relacionada à descoberta, à geração de novas ideias. Para que essa mobilização aconteça, você precisa desenvolver competências essenciais de inovação em sua equipe, que seja para coletar insights de clientes ou para convertê-los em ideias viáveis para a empresa.

Todos podem pensar criativamente, mas não significa que não há maneiras de incentivar e acelerar esse processo.

Brainstorming ee uma das mais conhecidas formas de ter ideias, veja como conduzir um:

Como executar?

Este é um trabalho que pode começar com um gestor, mas ideal para ser levado individualmente para os colaboradores. A ideia, aqui, é criar alguns treinamentos e incentivos para destacar as habilidades criativas de cada um. Workshops, feiras e treinamentos externos podem ajudar os funcionários a pensarem fora da caixa, vivenciando outros ambientes.

Outros facilitadores para chegar à inovação nesta fase podem incluir, por exemplo, recompensas pela geração de ideias. Pensar “e se?” já é um primeiro passo, seguido de pensamentos mais desafiadores, que mudem perspectivas e possam influenciar outros a colaborarem na construção de inovações de fato.

Lembrando que a inspiração para uma nova ideia pode vir tanto de algo novo, como de uma melhoria de algo existente. A Apple esperou três anos após a chegada do MP3 para criar seu iPod, não foi?

Dica extra: que tal oferecer aos seus funcionários tempo e recursos para inovar? Libere 10%, que seja, de seu dia de trabalho, para que possam sair de suas tarefas gerais e explorar ideias.

Uma maneira importante de descobrir formas de inovação é aproveitando as oportunidades tecnológicas disponibilizadas pela transformação digital.

Mas você sabe quais são os ingredientes usados para isso?

Confira neste infográfico:

 

Etapas do processo de inovação

Fonte: NFe.io

Fique de olho: Inovação na indústria: quais são as tendências para 2019?

2- Avaliação

A etapa de avaliação é uma espécie de triagem das ideias levantadas. Afinal, nem todas deverão ser implementadas. Por isso será necessário levantar os potenciais benefícios e problemas de cada sugestão de inovação.

Neste momento você pode tomar ou não uma decisão sobre o futuro daquela ideia. Mas, caso veja potencial, não pode, de forma alguma, deixar de discutir, avaliar e testar seu desempenho. O objetivo, nesta segunda etapa, é tentar refinar as ideias com maior potencial – ou seja, aquelas que podem agregar valor aos clientes ou gerar novos fluxos de receita para a empresa.

Como executar?

Você pode reunir sua equipe e colocar a ideia na mesa, propondo discussões e argumentos de melhoria. Estar aberto às ideias e saber aceitá-las é importante, mesmo que nem sempre concorde com elas. Ao mesmo tempo, agindo como o famoso “advogado do diabo”, levantando as soluções, mas também possíveis falhas.

O feedback e o apoio aos criadores das ideias também são essenciais. Toda essa comunicação deve ser transparente entre a companhia e seus colaboradores.

Para a gestão, fica a tarefa importante de identificar as oportunidades cujo valor é maior e, ainda, determinar a viabilidade de transformá-las em realidade. Fazer uma boa pesquisa de mercado pode ajudar.

O ideal é criar e apoiar uma estrutura de avaliação de ideias. Você deverá equilibrar e comparar como essa ideia seria implementada no dia a dia e a longo prazo. Os gerentes e líderes devem atuar fortemente nesta etapa de avaliação, direcionando e orientando as melhores estratégias.

3-  Experimentação

A experimentação é uma etapa importante porque testa uma ideia, como um protótipo, um piloto. Não trata-se mais de uma teoria, mas uma prática, que possibilita a análise para adequar determinada inovação.

Em alguns casos, uma nova ideia pode não se encaixar para aquele momento, seja pelo perfil atual do consumidor ou pela capacidade da empresa no momento. Mas é durante essa fase que se percebe se traz algum valor real para as pessoas. Caso positivo, ela pode ou ser guardada para ser desenvolvida posteriormente, ou receber o “ok” que precisava para sua implementação em larga escala.

Como executar?

Será necessário testar e aprender com o seu consumidor na prática. Uma vez que você buscou soluções reais de problemas ou melhorias para um produto ou serviço, a experimentação servirá como um feedback concreto sobre sua implantação.

Muitas vezes, a experimentação pode levar até mesmo a novas ideias, com base nos resultados e na viabilidade observada com a ideia original.

Por isso, neste momento, você precisa dedicar tempo para experimentar, refletir seus resultados e aprimorar uma ideia, se for preciso. Comece oferecendo a solução proposta para um grupo menor e selecionado de pessoas e, à medida que perceber seu potencial inovador, poderá expandi-la para outros públicos.

Uma das técnicas mais usadas para testas produtos é a chamada MVP, você conhece?

Então, confira este vídeo do SEBRAE:

4-  Comercialização

Depois de testar seu protótipo, a próxima etapa seria transformar o produto em algo escalável, que possa ser produzido e comercializado de forma a atender diferentes públicos e necessidades. Entre as etapas do processo de inovação, trata-se da mais importante.

Nesta fase você precisa criar valor de mercado para aquela ideia inicial, definindo o porquê de ser atraente para o seu público. Ao invés de somente focar no desenvolvimento, deverá pensar na persuasão, nas melhores maneiras para comercializar o produto. Além, claro, de alinhar a oportunidade com a capacidade organizacional.

Como executar?

Usar dados coletados na fase anterior é uma dica para demonstrar os benefícios da solução oferecida. Nada de prometer algo que não tenha sido comprovado: aqui, você deve comunicar somente as vantagens reais da inovação oferecida pela empresa.

Além disso, não poderá se esquecer da parte prática e operacional. Ou seja, pesquisar e definir fornecedores e materiais, treinar profissionais ou outras possíveis necessidades para entregar a solução de maneira satisfatória.

Será necessário garantir que todas as oportunidades de alto valor identificadas anteriormente estejam alinhadas com a capacidade da empresa. Afinal, não somente tempo será dedicado nesta etapa, mas também dinheiro e recursos para que a inovação realmente aconteça.

5-  Acompanhamento

Não estaríamos falando sobre as etapas do processo de inovação de forma completa se não incluíssemos o acompanhamento dessa inovação.

O desempenho dos negócios com o novo produto (ou serviço, se for o caso) deverá ser observado com cuidado e analisado de perto. Medir o processo utilizado para desenvolver a inovação e buscar novas maneiras de melhorá-la também faz parte dessa última fase.

Como executar?

O que toda a empresa deve entender é que o acompanhamento, apesar de configurar a etapa final, deve ser contínuo. Trata-se de uma etapa estratégica, portanto toda a gerência e os líderes devem fazer parte desse monitoramento.

Aqui você deverá pensar em planos de marketing ou em como receber feedbacks de clientes. A mesma importância é dada aos indicadores e métricas que possam ajudar a entender os resultados.

Garanta que sua empresa aprenda com as falhas e compartilhe aprendizados sobre inovação. E, com o apoio de relatórios, utilize também as experiências anteriores para apresentar e investir oportunidades e ideias futuras.

Inovação disruptiva é um conceito muito popular. Mas você realmente conhece essa técnica de inovação?

Confira este vídeo publicado pela Harvard Business Review (em inglês) e entenda melhor como usá-la em sua empresa:

Veja mais: O que é inovação disruptiva e como ela é capaz de transformar pequenas e grandes empresas

Hora de colocar as etapas em prática!

Agora que você conheceu as 5 principais etapas do processo de inovação, está na hora de colocá-las em prática.

Veja como algo a ser construído de maneira contínua, um processo que não deve parar. Se por acaso a avaliação ou experimentação de um novo produto não se adequar às propostas da empresa ou ao resultado esperado, não tem problema: volte à etapa de descoberta.

O importante é estar mobilizando seu time e estimular para que o processo de inovação esteja sempre acontecendo.

Gostou do conteúdo? Que tal compartilhar com sua equipe e mostrar como essas 5 etapas colaboram para o ato de inovar na empresa?

Precisando de alguma dica ou querendo compartilhar sua história? Escreva para a gente!

Veja também: 7 dicas para aplicar ideias inovadoras para empresas em 2019

A Setting é uma empresa de consultoria com foco em resultados e geração de valor. Sua gestão é baseada em fatos e na valorização da excelências, das pessoas e da satisfação as necessidades dos clientes.

Precisa de ajuda para inovar em sue negócio? Então, entenda nosso maneira de trabalhar, e conte com a gente! Baixe nosso e-book gratuito: Por dentro de um diagnóstico empresarial

Comentários no Facebook