Liderança

Matriz de decisão: saiba o que é e veja exemplos de aplicação

By 11 de agosto de 2017 No Comments
Matriz de decisão: saiba o que é e veja exemplos de aplicação

Empresas são construídas de ideias e estratégias. No entanto, para que o planejamento estabelecido dê certo é preciso considerar todos os aspectos relevantes para o negócio, o que equivale a dizer que toda decisão deve ser apoiada em uma análise que leve em consideração critérios de avaliação.

E o uso de uma matriz de decisão tem esse propósito: avaliar e reconhecer os riscos e oportunidades para definir planos de ação para o alcance de determinado fim.

Vejamos alguns pontos sobre a matriz de decisão e como ela é importante para o crescimento dos negócios.

Matriz de decisão: o que é?

A matriz de decisão é uma ferramenta estratégica que possibilita fazer uso de instrumentos de avaliação e análise de riscos e oportunidades, de forma a ampliar estas oportunidades de negócios e/ou reduzir seus riscos.

Por exemplo, uma empresa deseja aumentar o nível de segurança dos seus funcionários quanto à ocorrência de acidentes e doenças ocupacionais. Nesse caso, é possível utilizar-se não apenas da legislação específica como também de “ferramentas de análise de riscos”.

Assim, por meio da matriz de decisão é possível estabelecer quais itens são relevantes e, a partir daí, atribuir notas ou pontos específicos a cada questão.

Para isso são levantados, por exemplo:

  • problemas relatados e observados;
  • falhas devido à ausência de procedimentos, ou procedimentos que apresentam deficiência nas suas ações;
  • não conformidades, entre outros.

Outro exemplo de uma matriz de decisão é um balancete mensal. Este instrumento contábil permite avaliar, por meio de informações levantadas periodicamente e tabuladas em planilhas de acompanhamento, a performance dos negócios e, assim, estabelecer planos de ação que levem a controles e responsabilidades entre os vários membros da equipe da empresa com a finalidade de corrigir os problemas encontrados.

Qual é a importância da matriz de decisão?

A matriz de decisão é uma ferramenta de apoio no processo de decisão. Tal instrumento possibilita que seja feita uma análise rápida por meio de critérios que favoreçam uma visão ampla e coerente de várias alternativas.

É importante destacar que o uso de uma matriz de decisão não deve ser único e exclusivo, uma vez que ela servirá de guia para uma avaliação e controle eficaz das oportunidades e riscos dos negócios. Além disso, ela serve para identificar os pontos fortes e fracos de cada ideia, tornando mais simples a escolha para a próxima etapa do projeto.

Matriz de decisão: como montar de forma eficiente?

O objetivo principal de uma matriz de decisão é potencializar os resultados da empresa. Porém vale frisar que se trata de uma ferramenta de apoio não podendo ser utilizada como absoluta verdade.

A matriz de decisão leva como ponto de partida variáveis com pesos a partir do grau de importância , ou seja, valores quantitativos e qualitativos que possibilitam avaliar e analisar cada premissa levantada e, assim, chegar a um resultado lógico.

Vejamos em alguns passos como montar uma matriz de decisão de forma simples e fácil:

Passo 1:

Identifique os critérios desejáveis para avaliação e os posicione na coluna da esquerda.

Passo 2:

Nas demais colunas referentes aos critérios de avaliação (que são Impacto, Esforço, Lucratividade e Visão), estabeleça uma pontuação para cada variável, considerando uma escala de 1 a 5, sendo “5” o valor mais importante e “1” o valor menos importante.

Passo 3:

Some os critérios de avaliação — Impacto, Lucratividade e Visão — de cada premissa estabelecida. Subtraia do resultado a pontuação do critério Esforço e atribua um valor ao “total”:

Total: Impacto + Lucratividade + Visão – Esforço

Passo 4:

Por fim, analise o critério com maior pontuação para se dedicar no momento.

A matriz de decisão é um método simples para ser utilizado como apoio no processo de decisão. Com isso, é possível levantar os pontos fortes e fracos do negócio, o que permite estabelecer um plano de ação com as melhores soluções para cada problema encontrado e, consequentemente, para as respectivas causas deste problema.

Gostou do nosso artigo? Leia o nosso e-book sobre “O que esperar de uma consultoria em gestão e como escolher o parceiro certo”.

Comentários no Facebook

Não perca mais nenhum post!

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!