Consultoria

Gestão do desempenho empresarial e a capacitação de gestores

By 29 de julho de 2016 No Comments
Gestão do desempenho empresarial

A consultoria empresarial se tornou um dos principais instrumentos no alcance de um bom planejamento estratégico, oferecendo recursos para a gestão do desempenho empresarial e a capacitação aos gestores, que passam a atuar em maior congruência com os objetivos da empresa.

Todo trabalho de consultoria visa a uma maior compreensão da organização, a fim de alcançar melhores resultados. Esse tipo de intervenção ocorre a partir de metodologias e ferramentas de gestão empresarial que nortearão todo o processo.

Um dos principais métodos, reconhecido por sua eficiência e eficácia, é a Gestão de Desempenho empresarial.

Características da Gestão do Desempenho Empresarial

Em inglês, Performance Management (PM), o método de Gestão do Desempenho Empresarial surgiu para descrever uma tecnologia de gerenciamento de comportamento e resultados, cujos elementos são essenciais no que se entende por desempenho.

Dentre as características desse procedimento, estão incluídas atividades que incidem tanto sobre o desempenho da organização como um todo quanto de um determinado setor.

Pode ser definido como um conjunto de processos que ajuda a alinhar gestão, execução de estratégia e tomada de decisão, influenciando também na cultura organizacional.

A qualidade do desempenho na execução de cada procedimento influenciará diretamente nos resultados da organização. Nesse sentido, o planejamento estratégico é imprescindível para garantir essa qualidade.

Nos parágrafos seguintes você via entender melhor toda a importância da Gestão de Desempenho Empresarial e sua relação tanto com o planejamento estratégico como com a capacitação de gestores empresariais.

Importância da Gestão do Desempenho Empresarial

Se você acha que gestão do desempenho empresarial é apenas uma forma de medir o rendimento de seus colaboradores, você está muito enganado e precisa ler esse artigo. Se você já conhece bem o conceito e as estratégias desse modelo de gestão, ou já contratou algum tipo de consultoria empresarial para o seu negócio, continue também conosco, para ter certeza que está fazendo tudo certo. Acompanhe!

O que é a gestão de desempenho?

A gestão de desempenho surgiu há poucos anos, conceituando técnicas tradicionalmente utilizadas para avaliar o desempenho dos colaboradores de uma empresa. Ela é muito mais do que uma forma de comparar os resultados alcançados com os esperados, é um processo contínuo que visa alinhar os colaboradores com as estratégias da empresa, que traduzem seus princípios e valores.

O desempenho é o comportamento real do colaborador perante uma expectativa ou um padrão de comportamento estabelecido pela organização. Além de avaliar, esse modelo de gestão é constituído por um conjunto de processos que visam estabelecer uma compreensão partilhada dos objetivos empresariais e a motivação dos colaboradores, na perspectiva de aumentar as possibilidades de crescimento da organização.

A gestão de desempenho empresarial funciona como uma ferramenta de acompanhamento, que permite corrigir desvios para assegurar que a execução do trabalho de cada colaborador corresponda ao que a empresa espera. Vale ressaltar que essa gestão não busca detectar e punir falhas, mas sim contribuir para a aprendizagem e identificação do que está dando certo e do que pode ser melhorado, procurando realizar as mudanças necessárias.

O que são os indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho (ou KPI’s) são instrumentos de gestão essenciais nas atividades de monitoramento e avaliação das empresas. Funcionam como uma ferramenta que permite acompanhar o alcance das metas, identificar avanços, correção de problemas e necessidades de mudanças em seus projetos, programas e política. Eles servem de impulso para que as melhorias necessárias sejam implementadas na organização.

São os KPI’s que garantem eficiência e eficácia aos processos organizacionais, exatidão à tomada de decisões e agilizam processos. Conheça os principais indiciadores:

  • Indicadores de Capacidade: Relação entre a quantidade que se pode produzir e o tempo para que isso ocorra.
  • Indicadores de Produtividade: Relação entre as saídas geradas por um trabalho e os recursos utilizados para isso.
  • Indicadores de Qualidade: Relação entre as saídas totais, (tudo que foi produzido) e as saídas adequadas ao uso, isto é, sem defeitos ou inconformidades.
  • Indicadores de Lucratividade: Relação percentual entre o lucro e as vendas totais.
  • Indicadores de Rentabilidade: Relação percentual entre o lucro e o investimento feito na empresa.
  • Indicadores de Competitividade: Relação da empresa com a concorrência.
  • Indicadores de Efetividade: Efetividade é a conjugação da eficácia com a eficiência.
  • Indicadores de Valor: Relação entre o valor percebido ao se receber algo (um produto, por exemplo) e o valor efetivamente despendido para a obtenção do que se recebeu.

Como o BSC auxilia na gestão de desempenho?

O BSC (Balanced Scorecard) é uma técnica que visa a integração e o balanceamento de todos os principais indicadores de desempenho existentes em uma empresa, desde os financeiros/administrativos até os relativos aos processos internos, estabelecendo objetivos da qualidade (indicadores) para funções e níveis relevantes dentro da organização, ou seja, desdobramento dos indicadores corporativos em setores, com metas claramente definidas.

Esse modelo é capaz de traduzir a missão e a estratégia de uma empresa em objetivos e medidas tangíveis. Ele acompanha desde o planejamento estratégico, fundamental para o sucesso de qualquer organização, até o engajamento dos colaboradores com as estratégias definidas.

Quais são os principais benefícios do BSC para uma empresa?

  • Alinha os indicadores chave com os objetivos estratégicos a todos os níveis organizacionais;
  • Proporciona aos gestores uma visão sistematizada do desempenho operacional;
  • Possibilita um processo de avaliação e atualização da estratégia;
  • Facilita a comunicação dos objetivos estratégicos, focalizando os colaboradores na sua consecução;
  • Permite desenvolver uma cultura de aprendizagem e melhoria continua;
  • Suporta a atribuição de incentivos em função do desempenho individual e da contribuição para os resultados do negócio.
  • Reduz a quantidade de informação utilizada a um conjunto mínimo de indicadores vitais e críticos.

Conseguiu entender o conceito de gestão de desempenho empresarial? Esse modelo já faz parte da realidade da sua empresa? Já considerou buscar consultoria empresarial para melhorar seus resultados? Para saber mais sobre indicadores, confira o nosso post sobre a importância da gestão focada em KPI’s.

Planejamento estratégico e capacitação de gestores

A etapa de planejamento estratégico envolve a criação e execução de modelos estratégicos. Inclui a formulação de objetivos para a seleção de programas de ação e para a execução desses programas, levando em conta as condições internas e externas da empresa, bem como pontos fortes e fraquezas que precisam ser trabalhadas.

Após a definição das abordagens de gestão, são projetados indicadores de desempenho baseados no que se é esperado. Peça essencial nessa etapa, o gestor atuará como multiplicador dessas ações.

A relação entre planejamento estratégico e gestor é interdependente, visto que as ações realizadas por ele devem ser anteriormente definidas no planejamento, norteando assim cada passo para se alcançar o objetivo traçado.

Além disso, o fator comunicação é um elemento central na disseminação das estratégias, imprescindível para conduzir os procedimentos e orientá-los para o resultado esperado.

Saiba mais sobre Planejamento Estratégico neste artigo.

Os resultados da consultoria empresarial

Muitas empresas fracassam no seu trajeto por desconhecerem a prática de gestão mais adequada para o seu tipo de negócio. A consultoria empresarial existe para identificar possíveis problemas, atuando preventivamente e pontualmente, a fim de definir os caminhos que levarão a ações e soluções necessárias.

Como resultado, espera-se que esse processo estruture a organização e ofereça recursos que tornem gestores e demais colaboradores capazes de tomar decisões alinhadas às novas estratégias da empresa.

Além disso, cria-se um canal de abertura para mudanças, enriquecendo o repertório intelectual, pois a consultoria traz novos conhecimentos, aumentando os recursos interpessoais — de diálogo e aperfeiçoamento — entre membros da empresa e, também, em relação aos clientes.

É importante valorizar o papel do capital humano nesse processo, garantindo a participação das pessoas nas transformações, incluindo-as na criação e execução das estratégias e comunicando-as de forma eficiente, para que, assim, não haja lacunas que possam atrapalhar nos resultados traçados.

Gostou do conteúdo? Restou alguma dúvida de como a consultoria pode ajudar na Gestão do Desempenho Empresarial e na capacitação dos gestores empresariais? Deixe um comentário e conte-nos o que achou!

Comentários no Facebook

Não perca mais nenhum post!

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!